icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/03/2014
10:07

O Brasil inicia na madrugada deste domingo a sua participação nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, na Rússia.. Quem dará o pontapé na primeira participação na história do país no evento será Fernando Aranha, no esqui cross-country. Ele compete às 3h (de Brasília) na prova de 15 quilômetros. Além dele, a delegação brasileira conta com Andre Cintra, no snowboard.

- É uma honra ser o primeiro brasileiro a competir. Mas o Andre tem os méritos dele. Ele foi o primeiro a disputar o Campeonato Brasileiro, em 2012, e também o primeiro a se classificar para os Jogos de Sochi. De qualquer maneira, é uma situação honrosa - disse Aranha.

A participação na competição só foi possível por conta de uma parceira do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) com a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN). O acordo entre as duas entidades, formalizado em maio do ano passado, visa o desenvolvimento de modalidades paralímpicas de inverno no país e consiste em apoio financeiro do CPB às iniciativas da CBDN no movimento paralímpico.

- Para Sochi, estabelecemos a meta de trazer os dois atletas. Para o futuro, queremos realizar estudos a fim de viabilizar, econômica e tecnicamente, planos para cada modalidade paralímpica dos Jogos de Inverno - afirmou o presidente da CBDN, Stefano Arnhold.

Apesar de o acordo oficial ter sido formalizado apenas em 2013, o trabalho começou em agosto de 2012, com Andre Cintra, e em novembro do mesmo ano, com Fernando Aranha. Desde então, foram investidos cerca de R$ 500 mil nos atletas, provenientes da lei Agnelo-Piva. Ao todo, eles viajaram para fora do Brasil para participar de 11 etapas de treinamento e de 13 competições, contando com os Jogos Paralímpicos de Inverno, em Sochi. O valor ainda inclui hospedagens, materiais esportivos, passagens, uniformes, transporte e comissão técnica.