icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/02/2015
20:39

Enquanto Valdivia não se recupera totalmente da lesão sofrida ainda em 2014 na coxa esquerda, Alan Patrick e Robinho são os principais candidatos à vaga de armador do Palmeiras no Paulistão. Nesta quarta-feira, o técnico Oswaldo de Oliveira escalou no time titular o camisa 27, que explicou o que pode lhe dar vantagem na disputa: a ajuda na marcação.

Para o ex-jogador do Coritiba, por atuar também como segundo volante - posição que desempenhou enquanto Arouca não estava em condições - ele pode dar liberdade para Arouca e Gabriel apoiarem o ataque. A aparição dos volantes como elemento surpresa é uma jogada bastante trabalhada pelo treinador do Verdão.

- Conversei com o Oswaldo lá em Itu, ele tinha visto lá no Coritiba que eu jogava de segundo volante. Eu posso recuar um pouco para o Arouca e o Gabriel saírem. Quando você tem um meia que contém mais na marcação, facilita um pouco - explicou o atleta, que ainda não se vê titular, nem para o jogo deste sábado, ante o Capivariano.

- Ele ainda não definiu (o time), acho que ele vai testar o Alan (Patrick) ali também para ver qual a melhor opção. Eu faço essa função, apesar de gostar de jogar como segundo volante, pegando mais na bola. Não tenho tanta facilidade para jogar de costas - acrescentou.

Ainda que corra sérios riscos de ser reserva com a volta do Mago, Robinho está à espera da volta do camisa 10. Para ele, o chileno será a "cereja do bolo" de um time que vem de três vitórias seguidas, e vai encorpando depois de uma profunda reformulação neste início de ano.

- Ansioso eu não estou, não. Estou esperando que ele (Valdivia) jogue logo, porque tem muita qualidade e já mostrou isso. O torcedor acredita muito nele, nós também. Mas quem está jogando está dando o melhor. O Valdivia vai ser o algo a mais, vai ser a cereja do bolo nesse time. Com ele, vamos brigar muito forte - encerrou.