icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
12:46

Com a fase de grupos encerrada, os brasileiros que sobreviveram já sabem quem irão enfrentar nas semifinais. Com a segunda melhor campanha, o Grêmio encara o San Lorenzo, time do Papa Francisco. Atual campeão da Libertadores, o Atlético-MG tem o Atlético Nacional de Medellín, da Colômbia. Por último, o Cruzeiro tem confronto com o tradicional Cerro Porteño, do Paraguai.

Em entrevista ao LANCE!Net, especialistas como João Carlos Assumpção, Roberto Assaf e Humberto Peron analisaram os confrontos.

João Carlos Assumpção

"Acho que os três podem passar, os três têm chances de chegarem às quartas. O mais fácil é o do Cruzeiro, mas de qualquer jeito, os três tem condições de passar. O melhor time brasileiro desses aí é o do Grêmio. Mas eu acho que eles tem de tomar como exemplo o Flamengo, o Botafogo e o Atlético Paranaese, os três perderam a classificação em tropeços em casa. O ponto positivo dos brasileiros que passaram, é que estão acostumados a jogar fora. É uma surpresa ter três eliminados logo na primeira fase, mas ainda acho que o Brasil tem grandes chances de título com um desses três times. O jogo mais difícil é o do Atlético-MG contra o Medelin. Depois o do Grêmio e o mais fácil é o do Cruzeiro".

Roberto Assaf

"Na verdade, não tem mais jogo facil, todos os confrontos são complicados. Talvez, o mais "tranquilo" seja o do Grêmio, pela proximidade de Porto Alegre com Buenos Aires. O Grêmio vai levar alguma torcida ao estádio e isso pode fazer com que o time jogue mais tranquilo.

Já o Atlético-MG, não vai ser fácil enfrentar o Medellín. Ele tem um esquema de jogo muito bom. E o Cruzeiro vai jogar naquela panela em Assunção, é muito complicado. O Grêmio consegue passar, os outros dois tenho dúvida. O Grêmio é o favorito ao título esse ano, a gente deve levar em conta que o grupo do Grêmio era o grupo da morte e eles passaram bem".

Humberto Peron

"Os tês brasileiros tem confrontos equilibrados. Até porque os outros times cresceram no final. O Grêmio está parece que é quem vai mais longe. Apostaria neles. O Galo não tem a mesma força do ano passado, mas é o atual campeão e talvez agora possa crescer. Além disso tem a vantagem de decidir em casa. O Cruzeiro tecnicamente desses três é o melhor time, mas pega um adversário tradicional e perigoso.

Cruzeiro e Atlético-MG tem 50% de chances e o Grêmio é mais favorito. É uma pena, porque corremos riscos de ter um ou nenhum time na próxima fase. Eu apostaria no Grêmio como o mais forte candidato ao título".