icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
16/11/2014
17:41

O treino deste domingo da Seleção Brasileira ficou marcado por um desabafo de Thiago Silva, que não escondeu seu abatimento com a perda da braçadeira de capitão e da titularidade. O zagueiro também se mostrou irritado com a postura de Neymar, capitão designado por Dunga.

Especialista em Psicologia da Academia LANCE!, Eduardo Cillo aponta quais consequências este sentimento pode trazer a Thiago Silva, e como o zagueiro deve lidar para evitar este abatimento.


'ABATIMENTO DE THIAGO SILVA PODE AFETAR SEU RENDIMENTO EM CAMPO'


Eduardo Cillo - Especialista da Academia LANCE! em Psicologia e psicólogo do Botafogo

'Um conjunto de perdas como o relatado por Thiago Silva gera um sentimento de frustração em qualquer jogador. Questões como a falta de comunicação na perda de braçadeira, este silêncio que teria acontedido por parte do Neymar, e a forma surpreendente como ele foi para o banco de reservas ganham proporções maiores.

Em um nível de competição, atletas costumam levar um tempo para lidar com esta situação, e isto até pode afetar seu rendimento em campo. Afinal, vaidade, em geral, é a base da autoconfiança de um jogador.

As críticas que Thiago Silva recebeu por não bater pênalti diante do Chile (nas oitavas de final da Copa do Mundo) e se afastar do grupo na hora das cobranças também podem pesar. Porém, é através de sua situação pós-Mundial que ele pode mudar seu atual quadro psicológico.

Ele não parece ter sido responsabilizado internamente pelo fracasso da Seleção. O importante será fazer com que o Thiago Silva perceba que segue no grupo. Assim, sua frustração com o tempo pode ir amenizando'.