icons.title signature.placeholder Bernardo Cruz
icons.title signature.placeholder Bernardo Cruz
12/07/2013
13:02

O nome de Pep Guardiola é sinônimo de revolução e futebol bonito. Essa foi a tônica nos últimos anos, quando o treinador conquistou todos os títulos possíveis com o Barcelona e espantou o mundo ao popularizar o estilo Tiki-taka, tão copiado atualmente. Porém, as marcas deixadas pelo atual comandante do Bayern de Munique ultrapassou as fronteiras da Catalunha.

A própria seleção espanhola, que desde 2008 entrou na galeria das mais badaladas no mundo, tem, indiretamente, o toque de Guardiola ao longo do período que começou com Luis Aragonés e continua com Vicente del Bosque.

- Guardiola foi fundamental para essa revolução do futebol espanhol. O motivo é que tanto o Barcelona, quanto a seleção espanhola compartilham o mesma sistema de jogo, de posse de bola e toques rápidos. Além disso, muitos jogadores que estão presentes nas convocações de Vicente del Bosque trabalharam com Guardiola no Barcelona. Ele é um dos principais responsáveis pela melhor geração de jogadores da história do futebol espanhol - destacou o editor do 'Diário As' Juanma Trueba.

Após deixar o Barcelona e tirar um ano sabático, Guardiola aceitou o desafio de comandar o Bayern de Munique, atual campeão europeu e clube da moda no cenário internacional. Por ser sua primeira experiência fora da Espanha, o desempenho do treinador vem gerando expectativa de todos no país, sobretudo na Catalunha.

- Evidentemente que as pessoas aqui de Barcelona veem com muito interesse as notícias sobre Guardiola, mais do que em outros lugares do país, por tudo o que ele realizou no Barça, já que ninguém tinha conquistado nada igual anteriormente. Agora, após um ano sem trabalho, existe uma expectativa pelo o que ele poderá realizar no Bayern de Munique - afirmou Roger Torelló, jornalista do 'Mundo Deportivo'.

Assim, resta saber como serão as novas páginas da trajetória de Pep Guardiola em sua carreira, agora no futebol alemão.

O nome de Pep Guardiola é sinônimo de revolução e futebol bonito. Essa foi a tônica nos últimos anos, quando o treinador conquistou todos os títulos possíveis com o Barcelona e espantou o mundo ao popularizar o estilo Tiki-taka, tão copiado atualmente. Porém, as marcas deixadas pelo atual comandante do Bayern de Munique ultrapassou as fronteiras da Catalunha.

A própria seleção espanhola, que desde 2008 entrou na galeria das mais badaladas no mundo, tem, indiretamente, o toque de Guardiola ao longo do período que começou com Luis Aragonés e continua com Vicente del Bosque.

- Guardiola foi fundamental para essa revolução do futebol espanhol. O motivo é que tanto o Barcelona, quanto a seleção espanhola compartilham o mesma sistema de jogo, de posse de bola e toques rápidos. Além disso, muitos jogadores que estão presentes nas convocações de Vicente del Bosque trabalharam com Guardiola no Barcelona. Ele é um dos principais responsáveis pela melhor geração de jogadores da história do futebol espanhol - destacou o editor do 'Diário As' Juanma Trueba.

Após deixar o Barcelona e tirar um ano sabático, Guardiola aceitou o desafio de comandar o Bayern de Munique, atual campeão europeu e clube da moda no cenário internacional. Por ser sua primeira experiência fora da Espanha, o desempenho do treinador vem gerando expectativa de todos no país, sobretudo na Catalunha.

- Evidentemente que as pessoas aqui de Barcelona veem com muito interesse as notícias sobre Guardiola, mais do que em outros lugares do país, por tudo o que ele realizou no Barça, já que ninguém tinha conquistado nada igual anteriormente. Agora, após um ano sem trabalho, existe uma expectativa pelo o que ele poderá realizar no Bayern de Munique - afirmou Roger Torelló, jornalista do 'Mundo Deportivo'.

Assim, resta saber como serão as novas páginas da trajetória de Pep Guardiola em sua carreira, agora no futebol alemão.