icons.title signature.placeholder Pedro Barboza/RADAR/
icons.title signature.placeholder Pedro Barboza/RADAR/
29/08/2015
11:25

Sem espaço no time desde a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo, Anderson Pico está de saída do Flamengo. O jogador foi emprestado ao Dnipro, da Ucrânia, até o fim de junho de 2016, período em que se encerra a temporada europeia. O lateral viaja para a Europa na noite deste sábado para se apresentar ao novo clube.

Apenas ao término do contrato com os ucranianos, que terão preferência em adquirir Pico em definitivo, o Flamengo receberá uma quantia em dinheiro pela negociação do jogador.

Revelado pelo Grêmio e com passagens por Figueirense, Chapecoense, Brasilienses, e por mais algumas equipes pequenas do Rio Grande do Sul, Pico chegou ao Flamengo em setembro de 2014, após pedir uma chance ao técnico Vanderlei Luxemburgo para recomeçar a carreira.

Ao termino do Campeonato Brasileiro de 2014, apesar do fraco desempenho em campo e de não conseguir entrar em forma, já que estava sempre visivelmente acima do peso ideal para um jogador de futebol, o lateral-esquerdo foi aprovado pela comissão técnica de Luxemburgo e pelo departamento de futebol rubro-negro, tendo seu contrato renovado por mais duas temporadas. 

Deste modo, se o Dnipro, ao fim do contrato de empréstimo, não quiserem comprá-lo em definitivo, Pico voltará ao Flamengo para terminar de cumprir seu contrato.

Sem espaço no time desde a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo, Anderson Pico está de saída do Flamengo. O jogador foi emprestado ao Dnipro, da Ucrânia, até o fim de junho de 2016, período em que se encerra a temporada europeia. O lateral viaja para a Europa na noite deste sábado para se apresentar ao novo clube.

Apenas ao término do contrato com os ucranianos, que terão preferência em adquirir Pico em definitivo, o Flamengo receberá uma quantia em dinheiro pela negociação do jogador.

Revelado pelo Grêmio e com passagens por Figueirense, Chapecoense, Brasilienses, e por mais algumas equipes pequenas do Rio Grande do Sul, Pico chegou ao Flamengo em setembro de 2014, após pedir uma chance ao técnico Vanderlei Luxemburgo para recomeçar a carreira.

Ao termino do Campeonato Brasileiro de 2014, apesar do fraco desempenho em campo e de não conseguir entrar em forma, já que estava sempre visivelmente acima do peso ideal para um jogador de futebol, o lateral-esquerdo foi aprovado pela comissão técnica de Luxemburgo e pelo departamento de futebol rubro-negro, tendo seu contrato renovado por mais duas temporadas. 

Deste modo, se o Dnipro, ao fim do contrato de empréstimo, não quiserem comprá-lo em definitivo, Pico voltará ao Flamengo para terminar de cumprir seu contrato.