icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
07/12/2013
20:57

Apesar de a Seleção Brasileira ter resultados muito mais expressivos do que a China, adversária deste domingo, às 12h45 (de Brasília), o técnico Morten Soubak crê que o duelo tem tudo para ser mais difícil do que a estreia diante da Argélia. Tudo porque é difícil obter informações sobre o estilo de jogo da seleção vice-campeã do torneio asiático.

– A China é campeã em se esconder. E se esconderam bastante. Ninguém sabe o que esperar para amanhã. É um time muito forte e joga no estilo asiático, isso não é uma surpresa. Elas são muito rápidas e não estamos acostumados a jogar contra times assim – disse o dinamarquês que dirige o Brasil.

A estreia das chinesas, de qualquer maneira, não foi nada animadora. A equipe foi derrotada pela cabeça de chave do Grupo B, Dinamarca, por 44 a 21, também em Nis (SER). Com o resultado, Sérvia, Brasil e Dinamarca lideram a chave com dois pontos cada. Japão, China e Argélia têm zero.