icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/03/2014
08:11

Perder o ídolo e craque do time para uma partida é certeza de dor de cabeça para qualquer treinador. Não para Renato Gaúcho. Sem Fred, que está servindo a Seleção Brasileira na África do Sul, o técnico tricolor terá de escolher entre Walter e Michael para substituir o camisa 9 no duelo de amanhã, diante do Friburguense, às 19h30, no Maracanã. Como os dois atravessam boa fase – fizeram até um gol a mais do que o titular no ano – Renato pode confiar em qualquer uma das alternativas.

No treinamento de ontem, o treinador não deu nenhuma pista de quem será escolhido. Esperando pela oportunidade, Michael afirmou que ainda não sabe se vai jogar, mas aproveitou para fazer uma propaganda pessoal:

– Tento trabalhar bem as pernas, mas o meu forte é a bola aérea. Quem ganha com isso é o Fluminense, quem entrar, vai dar o melhor. Ainda não passou nada de escalação. Acho que será amanhã (hoje).

Walter teve um discurso parecido com o companheiro de clube e concorrente pela vaga:

– Meu ponto forte é sair mais da área, dar passes, chutar em gol com força. Eu e Michael daremos nosso melhor, independentemente de quem jogar. Quem ganha é o time.

A última vez que Renato não pôde contar com Fred, foi quando o camisa 9 acabou vetado do Fla-Flu por causa de um pequeno edema na coxa direita. Na ocasião, Michael foi o escolhido e não decepcionou, abrindo o placar da vitória por 3 a 0. Mas Walter também não ficou para trás. No mesmo jogo, o camisa 18 marcou um gol, fechando a goleada.

Nos últimos jogos, os dois jogadores têm ficado no banco de reservas, mas Renato tem optado por Walter nas substituições. Caso escolha por ele, esta será a estreia do jogador como titular pelo Tricolor.

A única certeza que Renato e o torcedor tricolor podem ter é de que o Flu estará bem servido no ataque.