icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão e Marcello Vieira
07/03/2014
07:09

Fred e Walter podem jogar juntos? É a grande pergunta do momento no Fluminense e que foi reforçada nesta quinta-feira após as boas atuações de ambos pela Seleção Brasileira e Flu, respectivamente. Embora cauteloso, o técnico Renato Gaúcho falou sobre o assunto em entrevista coletiva concedida após a goleada desta quarta sobre o Friburguense e admitiu a possibilidade de testar a formação com os dois centroavantes.

– Não dá para falar que é impossível ter um time titular com os dois presentes. Mas é aquilo, temos o Conca, Wágner, jogadores que têm características ofensivas. Não é que o Walter e o Fred não queiram voltar para marcar, mas não faz parte das características de ambos. Com dois jogadores como eles, você dá campo ao adversário e sobrecarrega a marcação. A tendência é a de que o outro time cresça com esse espaço. Não é fácil achar a tática certa, é até um pouco complicado, mas também não é uma coisa impossível – afirmou o comandante.

E MAIS
> Voltando de viagem, Fred e Valencia são liberados do treino desta sexta
> Darío Conca afirma estar mais experiente e elogia elenco do Flu
> Após golaço, Bruno exalta confiança passada por Renato Gaúcho

L!TV
> Julio Cesar e Fred demonstram confiança para a Copa

Enquanto Renato dá a entender que pode testar a dupla em breve, no que depender dos torcedores, Fred e Walter no ataque é uma realidade. Em enquete realizada pelo LANCE!Net, 63% dos votantes foram favoráveis à escalação deles no comando ofensivo do Flu. Opinião semelhante à de ex-jogadores do Tricolor.

– Podem jogar juntos, sim. São dois grandes jogadores. O Fred é mais fixo, já o Walter pode sair da área. A imagem de que o Walter é um centroavante típico é errada, basta pegar os gols que ele fez pelo Goiás de fora da área, chutando forte – afirmou o autor gol título do Campeonato Carioca de 1985, Paulinho, que foi complementado pelo craque paraguaio Romerito:

– Tudo depende da armação do meio de campo. Se o time estiver arrumado para jogar com os dois, é possível. O futebol moderno não impede que estejam em campo.

Equipe recheada de opções

Aos poucos, o técnico Renato Gaúcho tem percebido que possui boas opções no elenco para suprir possíveis ausências. Tanto que alguns jogadores que estão saindo do banco de reservas têm colaborado para as vitórias. O principal deles é o meia Wágner, que em três oportunidades saiu do banco de reservas e deixou sua marca.

Além dele, na goleada por 5 a 1 sobre o Friburguense, o atacante Marcos Júnior também entrou e fez o quinto gol tricolor. E não são só eles. O atacante Biro Biro tem sido um dos destaques da equipe tricolor, pelo menos nos últimos dois jogos. Sem Valencia, Renato resolveu inovar a escalar o time com três atacantes e em ambos os jogos o jovem teve boa atuação.