icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/12/2013
18:07

Quinto colocado do Campeonato Brasileiro com 58 pontos, o Botafogo chega na última rodada precisando vencer o Criciúma, além de ter de secar rivais como Goiás, Atlético-PR e Ponte Preta - na final da Copa Sul-Americana -, para conquistar a tão sonhada vaga na Libertadores do próximo ano. O curioso é que o time chegou a liderar a competição por cinco rodadas, além de passar outras 30 no G4. No entanto, agora na reta final, o time enfrenta dificuldades para voltar ao grupo dos quatro primeiros colocados. Além da queda de produção natural e a saída de jogadores importantes, como Vitinho e Fellype Gabriel, o Alvinegro sofreu com muitos erros individuais que custaram caro.

No último domingo, contra o Coritiba, por exemplo, Jefferson falhou e engoliu um frango quando o jogo estava empatado em 0 a 0. Somente neste segundo turno, outros erros foram decisivos em resultados negativos. Contra a Ponte Preta, o lateral Lima cometeu pênalti infantil, que originou o gol da Macaca na vitória de 1 a 0 no Maracanã. Duas rodadas antes, Hyuri perdeu chances claras de gol no jogo contra o Bahia, quando o jogo estava 1 a 0 para o Glorioso. No fim, o Tricolor de Aço virou e venceu por 2 a 1. Contra o Cruzeiro, Seedorf cobrou pênalti para fora quando o time mineiro vencia por 1 a 0, no Mineirão. O erro custou caro, já que o campeão Brasileiro não perdoou e chegou a um largo 3 a 0 no placar.

Já no primeiro turno, contra o Bahia, Fellype Gabriel errou feio ao cruzar uma bola no meio de campo, quando o jogo estava empatado em 1 a 1, e deu um 'passe' para Fernandão, invadir a área do Botafogo e fuzilar, decretando o 2 a 1. Além, é claro, dos gols no fim sofridos nos empates com Internacional, Flamengo e Atlético-MG.

Contra o Criciúma, porém, o Glorioso não pode errar, já que precisa desesperadamente da vitória.

Jogadores garantem Botafogo focado para vencer o Criciúma