icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
08/02/2015
19:40

Em jogo sensacional, o Goiás venceu por 2 a 1 o Atlético Goianiense, no clássico do Campeonato Goiano. O jogo foi válido pela terceira rodada O Goiás lidera seu grupo, o A, com sete pontos. O Dragão é vice-líder do Grupo B com cinco pontos. O que decepcionou foi o público. Apenas 6.420 pagantes e uma renda de R$ 64.230,00 no único clássico do estado em 2015 (o Vila Nova, segunda maior torcida entre os goianos, está na Segundona).

O grande destaque foi o garoto Erik, a revelação  da Série A do Brasileiro-2014. Ele marcou os dois gols do Goiás. O jogo foi emocionante, pois o Goiás massacrou no primeiro tempo, quando poderia ter saído para o intervalo com uma goleada, o que não aconteceu porque o veterano goleiro Márcio fez pelo menos quatro defesas milagrosas, sendo vazado apenas numa finalização de Erik, aos 31 minutos. 

Na etapa final, o Atlético deu a volta por cima, empatou com Marcus Vinícius aos 25 minutos, quando Primão fez boa jogada e cruzou para  Marcus Vinícius completar. O Goiás sentiu o golpe e  parecia que iria virar a partida, acabou levando o segundo gol numa falha gritante do zagueiro Davi, ele tentou sair jogando e perdeu uma bola fácil para Esquerdinha, que tocou para Erik fazer 2 a 1 aos 39 minutos.

Herói da tarde, Erik disse que o jogo lavou a sua alma, já que ele estava sendo questionado após um início ruim de Campeonato Goiano.

- Em 2014 mostrei minha cara para o Brasil e hoje, num momento decisivo, contra um rival que a gente não conseguia vencer e ajudei o Goiás a sair com três pontos. Estou focado e dei uma resposta. Tenho 20 anos, mas sou maduro e em relação à criticas, estou bem - disse Erik.

E MAIS:
> Confira como foi o empate entre Cruzeiro e Caldense, pelo Mineiro
> Palmeiras perde mais uma no Paulistão: Corinthians 1 a 0

No Atlético, o goleiro Márcio, certamente o melhor em campo, foi o primeiro a deixar o gramado, chateado.

 - Resultado muito ruim. O erro do Davi faz parte - disse Márcio.

Todos os jogadores atleticanos fizeram questão de dizer que é hora para dar força ao zagueiro Davi.

- Claro que a falha foi capital. Mas cabe a nós darmos força ao nosso zagueiro. Se ele fizesse o gola da vitória, iríamos parabenizá-los, não daríamos um troféu para ele. O garoto errou, vamos conversar com ele e não crucificá-lo - disse Marcus Vinícius.

Nos vestiários, o treinador do Goiás disse que o placar não mostrou o que foi o jogo e que o Goiás teria de sair de campo com uma goleada.

- Poderíamos ter vencido por 5, 6 a 1. O goleiro deles fez milagres.

Muito acuado, Marcelo Chamusca, treinador do Atlético, estava irritado com o comentário:

- Não vi isso, nem tive essa leitura. Quase vencemos e perdemos o jogo num detalhe individual Mas aceito o que o treinador rival diz, quem tem boca fala o que quer - disse o treinador Marcelo Chamusca.

- Davi estava abatido e com o sentimento que foi o responsável pela derrota.

Mais jogos

Nos outros jogos da rodada, a Anapolina conseguiu excelente resultado ao vencer, fora de casa, o Crac de catalão, gol de Marcelo. O time de Anápolis o vice-líder do Grupo B, com 4 pontos. O Itumbiara obteve o resultado mais elástico: 3 a 0 no Caldas Novas, gols de Danilo, Douglas e Levir. O resultado, associado com a derrota do Dragão no clássico, deixa o Itumbiara na liderança do Grupo A, com sete pontos.

Em Anápolis, o Grêmio perdeu de virada para a Aparecidense, por 2 a 1. Manuel pôs os gremistas na frente, mas Bombinha e Tozim, este nos acréscimos, determinaram a vitória da Aparecidense. Por fim, Trindade e Goianésia ficaram no 2 a 2. Paraná e Gênesis fizeram os gols  do time da casa. Roni e Nonato marcaram os gols do Goianésia.

Classificação do Campeonato Goiano

Grupo A: 1º Itumbiara, 7 pontos; 2º Atlético Goianiense, 4, 3º Crac, 3;  4º Trindade, 2; 5º Grêmio Anapolis, 1

Grupo B: Goiás, 7 pontos; 2º Anapolina, 6; 3° Aparecidense 5, 4º Goianesia, 4, 5º Caldas Novas 1


.