icons.title signature.placeholder Bruno Braz e Gabriel Rodrigues
11/12/2013
18:31

O ex-vereador de Curitiba (PR) Juliano Borghetti, que foi flagrado nas imagens participando da barbárie na Arena Joinville, pediu demissão nesta terça-feira do seu cargo de superintendente da Paraná Projetos, extinta EcoParaná, um órgão público.

Juliano Borghetti estava no meio da pancadaria com os vascaínos em Joinville


Borghetti, que deletou seu perfil no Facebook, já havia confirmado que estava na partida Atlético-PR e Vasco do último domingo, mas negou que tenha agredido ou sofrido agressão durante a pancadaria, embora as fotos mostrem ele no estopim da confusão.

Na época em que foi vereador de Curitiba, chegou a propôr a lei municipal que obriga o cadastro de torcedores em estádios. Em sua extinta rede social, ele demonstrava todo o seu amor ao Furacão, fazendo diversas postagens sobre o clube.

Questionado pela reportagem do LANCE!Net se Juliano Borghetti será intimidado a depor, o delegado da Polícia Civil de Joinville, Dirceu Silveira, não quis falar nominalmente sobre ele e nem sobre os outros vândalos indentificados.

- Nós já temos mais de 30 torcedores identificados, mas ainda não é o momento de divulgar nomes - declarou o delegado.

Mesmo quando exercia o cargo de vereador, Borghetti parecia ter forte ligação com a organizada do Atlético-PR "Os Fanáticos", principal envolvida, pelo lado rubro-negro, na briga generalizada com os vascaínos.

Em uma nota de plenário da Câmara Municipal de Curitiba datada há dois anos, consta que ele participou de uma festa de aniversário da organizada:

"O vereador Juliano Borghetti (PP) comunicou em plenário que participou da festa de 34 anos da torcida organizada Os Fanáticos, ocorrida na ultima sexta-feira (28), no Curitiba Master Hall. O parlamentar parabenizou os organizadores do evento, destacando que foram mais de seis horas de festa e que não houve nenhum relato de confusão entre os torcedores."

No dia da confusão, no último domingo, ele aparece vestindo a camisa da torcida no meio da confusão.

FAMILIA LIGADA À POLÍTICA

Não é somente Juliano Borghetti que é envolvido com a política. Sua irmã é a deputada federal Cida Borghetti e o seu cunhado é Ricardo Barros (PP), secretário estadual da Indústria e Comércio. O ex-verador é filiado ao Partido Progressista (PP).