icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2013
18:46

O meia Jadson se diz envergonhado com o atual momento da equipe são-paulina, que não vence há dez partidas - são oito derrotas e dois empates - e ressalta a tristeza do elenco por conta do período turbulento.

- Com certeza (está envergonhado), qualquer jogador não gosta de perder. Eu não entro para perder, mas, às vezes, acontecem derrotas e a gente está em uma situação ruim. O ambiente, é claro que tentamos trabalhar, mas é triste. Temos elenco para brigar por vitórias, chegar lá na frente, mas infelizmente não chegaram os resultados. Temos de nos fechar, conversar, nos unir. Dependemos só de nós, temos um grupo forte e todo mundo vai lutar pelo bem do São Paulo - declarou o jogador, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda.

O camisa 10 do Tricolor afirma que evita sair e se apega à família para ganhar forças visando à melhora no rendimento. Além disso, destaca que o clube inteiro não passa por um bom período.

- Não estamos vivendo um bom momento, estamos passando por um momento turbulento. Não só os jogadores, mas também os torcedores, diretoria, o clube todo. A gente tem de dar a volta por cima. Temos de mudar a situação o mais rápido possível - completou.

O elenco tricolor volta aos treinamentos nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, visando ao confronto diante do Internacional, em jogo antecipado do Campeonato Brasileiro por conta da participação do Tricolor na Copa Suruga. No torneio nacional, o time paulista figura na 15º posição, com oito pontos.

O meia Jadson se diz envergonhado com o atual momento da equipe são-paulina, que não vence há dez partidas - são oito derrotas e dois empates - e ressalta a tristeza do elenco por conta do período turbulento.

- Com certeza (está envergonhado), qualquer jogador não gosta de perder. Eu não entro para perder, mas, às vezes, acontecem derrotas e a gente está em uma situação ruim. O ambiente, é claro que tentamos trabalhar, mas é triste. Temos elenco para brigar por vitórias, chegar lá na frente, mas infelizmente não chegaram os resultados. Temos de nos fechar, conversar, nos unir. Dependemos só de nós, temos um grupo forte e todo mundo vai lutar pelo bem do São Paulo - declarou o jogador, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda.

O camisa 10 do Tricolor afirma que evita sair e se apega à família para ganhar forças visando à melhora no rendimento. Além disso, destaca que o clube inteiro não passa por um bom período.

- Não estamos vivendo um bom momento, estamos passando por um momento turbulento. Não só os jogadores, mas também os torcedores, diretoria, o clube todo. A gente tem de dar a volta por cima. Temos de mudar a situação o mais rápido possível - completou.

O elenco tricolor volta aos treinamentos nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, visando ao confronto diante do Internacional, em jogo antecipado do Campeonato Brasileiro por conta da participação do Tricolor na Copa Suruga. No torneio nacional, o time paulista figura na 15º posição, com oito pontos.