icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
30/04/2014
17:03

A vida de quem comprou ingresso para Nacional-AM x Corinthians não será nada fácil. Dois eventos paralelos ao jogo pela Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira, em Manaus, prometem dificultar - e muito - a chegada dos torcedores à Arena da Amazônia.

O show do Dia do Trabalhador, antecipado pela Prefeitura, promete ser o principal obstáculo. O local onde se apresentarão o cantor paraense Wanderley Andrade, as bandas Rabo de Vaca, Ases do Pagode, Delírios do Samba e MC Joelma será o Centro de Convenções, mais conhecido como Sambódromo, localizado a menos de 100 metros do estádio - capacidade é de mais de 40 mil lugares. Além das atrações musicais, a festa, que começará às 20h30 (de Brasília), terá sorteio de prêmios para os trabalhadores. Dentre eles, um carro e três motocicletas.

A proximidade da Arena da Amazônia e o Sambódromo fará com que todos utilizem as mesmas vias de acesso e os mesmos transportes públicos. Não é por acaso que o trânsito no entorno será interditado a partir das 17h30 (de Brasília), quatro horas e meia antes do início do jogo. O transporte coletivo também terá esquema especial.

Se já não bastasse os dois eventos simultâneos, cerca de três mil professores das redes Municipal e Estadual de ensino realizam durante o dia uma passeata pelas ruas de Manaus para reivindicar direitos trabalhistas. A ação é promovida pela Associação Movimento de Luta dos Professores de Manaus (Asprom). De acordo com o presidente Lambert Melo, o movimento é uma advertência. Os servidores municipais reivindicam a aprovação do plano de cargos, carreiras e salários (PCCS), além do cumprimento das horas de trabalho pedagógico (HTP).

Até a tarde da última segunda-feira, 27 mil ingressos haviam sido vendidos para Nacional X Corinthians. Não há uma parcial atualizada da comercialização dos bilhetes.

Com obras e tudo! Corinthians vai à Arena Amazônia pela Copa do Brasil