icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2013
16:04

Desde que chegou ao Barcelona, o técnico Gerardo Martino surpreendeu em algumas partidas ao colocar os principais astros no banco, ou tirar simplesmente Messi no meio do segundo tempo. Algo inimaginável nos tempos de Pep Guardiola e Tito Vilanova. Ele dizia que pretendia implantar um sistema de rodízio no clube e evitar lesões. Ele previa o que iria acontecer, e não conseguiu. O departamento médico do Barcelona tem nada menos que oito jogadores no momento.

Para se ter uma ideia do que Tata dizia, entre três e quatro meses de temporada até agora, o Barcelona já acumula 21 lesões, sendo que 15 delas são musculares. Só nessa, vai ficar sem Messi por dois meses, por exemplo, Valdés por seis semanas, Daniel Alves... Já perdeu Jordi Alba em várias partidas, Xavi, Fàbregas. Se for falar de Puyol então.

Se pensar na partida contra o Granada, neste fim de semana, Tata Martino não vai poder contar com Xavi, Tello, Daniel Alves, Valdés, Messi, Jordi Alba, Jonathan dos Santos e Afellay. Fàbregas é dúvida, e Puyol ainda não está totalmente recuperado de sua ausência de sete meses, embora já tenha voltado há algum tempo.

O problema é que como Gerardo Martino chegou às pressas, não conseguiu fazer o que queria, e não planejou como desejava a temporada e a estratégia no mercado. Sofre agora com falta de opções de um elenco enxuto. Nomes surgindo não faltam, e o Barcelona já ensaia uma ida feroz ao mercado nas próximas janelas de transferências.

Puyol e Fàbregas estão disponíveis, mas ainda voltam de suas lesões (Fotos: Arquivo LANCE!)

MERCADO DE TRANSFERÊNCIAS
Da Seleção Brasileira são quatro nomes ligados ao clube há algum tempo, sendo que três com mais força. O mais recente é o de Ramires, do Chelsea. O seu companheiro David Luiz pode acompanhá-lo. Luiz Gustavo, atualmente no Wolfsburg, é objeto de desejo desde que estava no Hoffenheim, mas preferiu ir para o Bayern de Munique, e agora volta a ser especulado na Catalunha. Com menos força aparece Fred, do Fluminense. Tata quer um centroavante de ofício, e o camisa 9 tem muita aceitação com a torcida do Barcelona.

Também de amarelo, mas com idioma bem diferente, outro alvo é o Borussia Dortmund. O atual vice-campeão europeu tem quatro jogadores que o Barcelona quer. Reus transformou-se na prioridade. O seu agente até já o ofereceu ao Barcelona. Hummels seria um concorrente a David Luiz, só um dos dois deve chegar. Lewandowski e Gündogan são os outros, sendo que o Barça terá uma concorrência muito forte pela dupla.

Agüero é um outro nome que já surgiu nos corredores do Camp Nou. O compadre de Messi seria uma contratação exatamente para agradar ao camisa 10, e o argentino deseja voltar para a Espanha. O negócio pode acontecer na próxima janela de verão. Koke, revelação do Atlético de Madrid, seria mais um alvo do Barcelona.

Alguns outros nomes já chegaram a ser especulados pela imprensa. Matuidi, do Paris Saint-Germain, que está em fim de contrato, poderia ser uma opção mais viável e barata do que Gündogan e Ramires, por exemplo.

Um nome que parece mais concreto é o do goleiro Ter Stegen, do Borussia Mönchengladbach. Valdés, que também está machucado, já anunciou que está em sua última temporada no Barcelona, e o jovem alemão é o favorito, e as conversas estão adiantadas.

Afellay e Jonathan dos Santos fizeram cirurgias importantes (Fotos: Arquivo LANCE!)

VEJA AS LESÕES DO BARCELONA
Xavi - Entorse na perna esquerda, deve perder, pelo menos, o jogo contra o Granada
Tello - Lesionou o ligamento do tornozelo direito durante um treino. Fora de pelo menos um jogo
Daniel Alves - Dores musculares na perna direita. Fora de sete a dez dias, vai perder os jogos contra Granada e Ajax
Valdés - Ruptura muscular na panturrilha direita, fora por seis semanas. Vai perder oito jogos: sendo quatro pelo Campeonato Espanhol (Granada, Athletic Bilbao, Villarreal e Getafe), dois pela Liga dos Campeões) e mais dois pela Copa do Rei (as eliminatórias contra o Cartagena).
Messi - Dois meses pelo menos. Ruptura muscular na perna esquerda. Vai fazer parte do tratamento na Argentina
Jordi Alba - Acumulou duas lesões seguidas. Primeiro teve uma lesão muscular na perna direita, que o tirou dos gramados por três semanas. Depois, teve a mesma, mas na outra, porém, o dobro do tempo. Começa a treinar com bola, mas não há previsão certa.
Jonathan dos Santos - Operado por uma lesão no ligamento do joelho direito no início de novembro. Pode ficar fora de quatro a seis meses.
Afellay - Fez uma cirurgia para corrigir uma tendinite crônica na perna direita em agosto. Pode voltar em dezembro.
Fàbregas - Lesão muscular no tornozelo direito que o tirou das partidas da Espanha. Deve estar disponível para o jogo contra o Granada.
Puyol - Acumula diversas lesões na carreira, já são mais de 20, e voltou a jogar no mês passado depois de ficar sete meses afastado.