icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/02/2015
18:37


Em jogo recheado de falhas defensivas, a Juventus não tomou conhecimento do Borussia Dortmund e venceu por 2 a 1, na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. A Velha Senhora contou com boa atuação dos atacantes Tevez e Morata, autores dos gols, para liquidar o duelo ainda no primeiro tempo. Marco Reus, em escorregão de Chiellini, descontou para os Aurinegros. Com o placar, os alvinegros podem empatar no Westfalenstadion que saem com a vaga. Vitória por 1 a 0 classifica os alemães.

E MAIS
- Copa de 2022 no fim do ano: ideia da Fifa é criticada em toda a Europa

O Juventus Stadium lotado esperava o time da casa se impor diante do Dortmund, que vinha de uma boa recuperação no Campeonato Alemão com três vitórias seguidas e a saída da zona do rebaixamento. E o favoristimo italiano de antes da partida não foi visto quando a bola rolou. Um jogo truncado, com poucas chances de gol e o meio de campo povoado com muitos jogadores não deixavam as jogadas fluírem.



Se a Velha Senhora não tinha criatividade para chegar ao ataque, o mesmo poderia se dizer do time alemão. Mas uma falha do goleiro Weidenfeller faria o placar sair do zero. Em contra-ataque puxado por Tevez, Morata avançou pela esquerda e chutou. O arqueiro da seleção alemã não conseguiu segurar a finalização do espanhol e deixou a bola redondinha para o argentino abrir o marcador. Porém, o Dortmund vive uma fase completamente diferente de um mês atrás, quando era lanterna da Bundesliga. Em lançamento despretencioso para o ataque, o zagueiro italiano Chiellini escorregou e deixou a bola à feição para Marco Reus sair cara a cara com Buffon. O meia-atacante não teve problemas para empatar.


O jogo seguia modorrento e pegado. Os donos da casa deixavam o craque Marco Reus por diversas vezes livre. Perigoso, ele conseguia criar bons lances, mas faltava um companheiro mais ligado no jogo para dar suporte. Se não criou grandes chances, pelo menos movimentou a partida. Mas acendeu também a Juventus, que resolveu acordar. E percebeu que poderia ir para o intervalo com a vitória. E contou novamente com o brilhantismo de Tevez. O atacante arrancou e rolou para Pogba. O francês, cobiçado por meio mundo, rolou bola açucarada para Morata, sem marcação, para fazer 2 a 1.


Morata comemora o gol da vitória sobre o Dortmund (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)

O segundo tempo seguiu como terminou o primeiro. Morno, com pouca criatividade. Um lampejo de um lado, um suspiro de outro, e os times pareciam estar satisfeitos com o resultado. Tevez seguia sendo o mais perigoso, puxando contra-ataques e levando a defesa do Dortmund à loucura. Chances de gol eram raras. Mas o argentino resolveu mudar o panorama e, após jogada individual, chutou da entrada da área, mas um desvio foi providencial para a bola não morrer nas redes dos Aurinegros.

Tevez teria uma outra boa chance em seguida, mas Weidenfeller jogou para escanteio. Na cobrança, Bonucci não aproveitou e também jogou para fora. No fim da partida, a Juventus forçou um pouco mais. Pereyra, que entrou no lugar de Pirlo, recebeu bom passe de Morata e chutou com perigo. Quase o terceiro gol.

Cozinhando o jogo, a Juventus passou a tocar a bola no campo do Dortmund. No fim, Allegri tirou Tevez para o argentino saiu ovacionado do estádio.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUS 2 x 1 DORTMUND

Local: Juventus Stadium (ITA)
Data-Hora: 24/2/2015 - 16h45 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Mateu Lahoz (ESP)
Cartões amarelos: Vidal e Pereyra (JUV)
Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Tevez, aos 13'/ 1°T (1-0), Reus, aos 18'/ 1°T (1-1) e Morata, aos 43'/ 1°T (2-1)

JUVENTUS - Buffon, Lichtsteiner, Bonucci, Chiellini e Evra; Marchisio, Pirlo (Pereyra, 36'/ 1°T) , Pogba e Vidal (Padoin, 40'/ 2T); Tevez (Coman, 43'/ 2T) e Morata. Técnico: Maximiliano Allegri.

DORTMUND - Weidenfeller; Piszczek (Ginter, 31'/ 1°T), Sokratis (Kirch - Intervalo), Hummels e Schmelzer; Gündogan e Sahin; Mkhitaryan, Reus e Aubameyang; Immobile (Kuba, 30º/ 2T). Técnico: Jürgen Klopp.