icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2014
21:18

O Grêmio encerrou um jejum de quatro jogos sem gols e vitórias ao derrotar o Figueirense na noite deste sábado, no Orlando Scarpelli. O resultado alcançado foi mais do que satisfatório. Mas a atuação do Tricolor em Florianópolis deixou a desejar, principalmente no segundo tempo, assim como destacou o técnico Enderson Moreira.

O Grêmio atuou boa parte da etapa final com um jogador a mais – Thiago Heleno foi expulso aos 18 minutos do segundo tempo –, mas, mesmo assim, foi pressionado pelo Figueirense. Enderson lamentou a postura, mas valorizou o triunfo já projetando o duelo contra o Coritiba.

– As armas do Figueirense eram essas. Era buscar uma bola parada, cavar uma falta... Nós não tivemos uma posse de bola ofensiva, coisa que a gente nunca trabalha. A gente precisava continuar com a posse de bola, bola nos pés e buscando o segundo gol. Tivemos umas duas oportunidades, poderíamos ter matado o jogo e no final ficou esse sufoco – disse o treinador gremista, antes de completar:

– O mais importante foram os três pontos. A equipe está retomando o ritmo de jogo com boas opções. Espero que a gente possa caminhar já no próximo domingo com mais uma vitória.

Enderson ainda qualificou como satisfatória a atuação gremista no primeiro tempo antes de voltar a falar sobre a queda de produção nos 45 minutos finais.

– Nosso primeiro tempo foi bom. Jogando fora de casa, a equipe do Figueirense obteve uma grande vitória contra o Coritiba e nós controlamos complemente o primeiro tempo, tivemos oportunidades. Na segunda etapa deixamos um pouco a desejar.

Com os três pontos conquistados em Florianópolis, os comandados de Enderson Moreira chegaram aos 19, ocupando, agora, a quarta posição. Sport ou Goiás, Santos ou Fluminense – times que de enfrentarão –, Atlético-PR e Internacional poderão ultrapassar o Tricolor neste domingo.