icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/03/2014
10:21

Desde 2010, o Grêmio não conquista o Campeonato Gaúcho. Desde 2011, o clube tricolor não conquista a competição estadual. O Tricolor, por isso, valoriza muito o título. O técnico Enderson Moreira mantém o ritmo alto do elenco. As finais servem até mesmo para manter a intensidade e deixar o elenco preparado para a Libertadores.

Enderson reconhece que é "chato". Quer sempre que o time melhore. Cobra sempre dos atletas. Sua filosofia é de uso dos titulares sempre que possível, sem poupar os jogadores. E isso exige sempre vitória.

- É como eu trabalho. Entro com o propósito de poder vencer. O futebol cobra títulos e conquistas. Sempre utilizamos a equipe principal quando foi possível. Não usamos quando era impossível. É importante para uma equipe grande como o Grêmio. Desde 2010 que não chega. Quase quatro anos. É prova de que valorizamos a competição - destacou Enderson Moreira.

A maratona gremista envolve os últimos dois jogos decisivos do Gauchão, mais a final, no próximo domingo, contra o Inter, na Arena, além do jogo com o Atlético Nacional, dia 2. O elenco viaja na madrugada de segunda-feira para a Colômbia.

- Era um questionamento e uma confirmação que precisávamos fazer. O questionamento era de se não teria um prejuízo na Libertadores. E a confirmação porque sempre tínhamos a convicção de que chegaríamos à finmal sem abrir mão da Libertadores, que é um título mais importante. É fundamental para continuar forte na Libertadores conquistar esse título, vai mostrar a competência deste time - avaliou o diretor-executivo Rui Costa.

O Grêmio volta aos treinamentos na tarde desta quinta-feira, no Estádio Olímpico.