icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/03/2014
00:28

O Grêmio criou. Mas não marcou. Teve até bola no travessão de dentro da pequena área do atacante Dudu. Mas a produção ofensiva do Tricolor no empate em 0 a 0 com o Cruzeiro-RS, na noite desta quarta-feira, agradou e muito ao técnico Enderson Moreira. O comandante afirmou que a partida foi uma das melhores do time gaúcho na temporada e que prefere acreditar que os gremistas "pouparam" os gols para os momentos mais decisivos da temporada.

Dudu perdeu debaixo do travessão. Barcos e Fábio tiveram um duelo à parte, com vantagem para o goleiro. Alán Ruiz ainda acertou novamente a trave. Toda essa produção foi lamentada pelos jogadores ao final do jogo. Enderson seguiu outro caminho e valorizou a quantidade de chances criadas. Segundo o treinador, foram 21 finalizações, grande parte delas no segundo tempo.

- Foi das grandes atuações da temporada desta equipe. Dominamos amplamente o adversário, criamos várias oportunidades, mas futebol tem dessas coisas. O mais importante, o gol, acabou não acontecendo. Todos saem com a sensação de que a equie foi merecedora de uma vitória, que infelizmente não aconteceu - destacou Enderson Moreira.

O empate garantiu a classificação gremista para as quartas de final. Por conta dos confrontos diretos, os três rivais da zona de classificação do Grupo B e mais uma equipe não conseguem alcançar os 22 pontos do Tricolor. Ou seja, o Grêmio já está na fase decisiva do Gauchão. E logo enfrentará o Newell's Old Boys, pela Libertadores. Ocasiões que os gols que faltaram nesta quarta podem sair.

- Faltou hoje para que em um momento decisivo quem sabe pode acontecer. Fizemos um grande jogo, faz parte do futebol. Não foi a primeira vez que dominamos o adversário e não saímos com o resultado. Não temos que lamentar, temos que trabalhar para os próximos jogos - finalizou o comandante gremista.