icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/02/2015
01:03

O empate sem gols entre Santos e São Paulo nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Paulistão, teve diversas finalizações dignas de aplauso, tanto do Tricolor, quanto do Peixe. Ao invés dos atacantes levarem o grande mérito, o técnico alvinegro, Enderson Moreira, rasgou elogios aos dois goleiros: Vanderlei e Rogério Ceni.

Na opinião do comandante santista, os dois arqueiros levaram a "culpa" pelo resultado.

- Antes de mais nada foi ,infelizmente, um 0 a 0. Foi um jogo em alto nivel, jogamos futebol com ofensividade, com controle. Os dois goleiros tiveram atuação decisiva. O 0 a 0 é muito culpa deles. O Vanderlei fez boas defesas. Dificilmente se ve uma defesa dessas. O Rogério também. Infelizmente, para o torcedor, hoje os dois tiveram atuação extremamente significativa - disse Enderson após a partida.

No setor ofensivo, que bombardeou Rogério Ceni, principalmente no segundo tempo, o comandante santista deixou claro que, apesar de Robinho, Ricardo Oliveira e Geuvânio criarem perigo, não significa que este será o trio titular, e o lesionado Thiago Ribeiro pode, sim, voltar ao time.

- São opções diferentes. Não consigo conceber uma equipe que só joga de uma forma. Com o Thiago Ribeiro temos um apoio bom, é um jogador tático, que ajuda defensivamente. Com o Robinho mais solto ou com Ricardo Oliveira, são alternativas que vamos criando. O Ricardo fez um bom jogo, preencheu bem os espaços, teve finalizações boas e uma jogada visualmente de pênalti claro. - pontuou.

O Santos se reapresenta na quinta-feira, no período da tarde, no CT Rei Pelé. O próximo desafio será em São Bernardo, contra o time da casa, no sábado, às 17 horas.