icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/02/2015
10:03

Enderson Moreira se apega à fé pela recuperação do volante Alison, que sofreu uma torção no joelho direito no empate em 0 a 0 com o São Paulo e foi desfalque na vitória por 1 a 0 diante do São Bernardo, neste sábado, no ABC Paulista. Apesar de admitir a chance de cirurgia (seria a terceira do tipo na carreira do jovem de 21 anos), o técnico do Santos espera que seu camisa 5 não tenha rompido os ligamentos e possa voltar em breve ao meio-campo da equipe.

- Tive uma conversa com ele sobre isso, porque ele é um jogador com duas cirurgias no joelho, tem a possibilidade de ser um problema mais sério e é claro que ele sente muito, está preocupado. Deus queira que não seja nada grave, seja algo mais tranquilo - confia o treinador, consciente da possibilidade de Alison ser submetido ao procedimento cirúrgico:

- Hoje a medicina esportiva está avançada. Se acontecer de novo, e será a terceira vez, vai fazer o processo normal de recuperação. É uma coisa que acontece e o jogador tem que estar preparado para dar a volta por cima - afirmou Enderson Moreira após a partida no estádio Primeiro de Maio.

O grupo de jogadores do Santos está de folga até terça-feira, mas Alison tem rendido preocupações do departamento médico. O diagnóstico decisivo deve ser divulgado logo no início da semana.

Enquanto isso, sem poder contar com Alison, Enderson escolheu Leandrinho para começar o jogo ao lado de Renato e Lucas Lima. Durante a partida, trocou Leandrinho por Elano e ainda acionou Lucas Otávio. Além deles, o volante Valencia também aguarda sua primeira chance. Segundo Enderson, por lesões e cartões, a ideia é usar todo o elenco até o fim da primeira fase do Paulistão.

- É importante que todo mundo jogue na primeira fase. Daqui a pouco temos problemas com cartões, lesões. Já estamos tendo, aliás. É uma coisa que temos de trabalhar e preparar os jogadores para jogarem assim que aparecerem as chances - cobrou.