icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
15/06/2014
08:17

Pablo Mouche quer jogar no Palmeiras e já tem as bases do acordo com o clube pré-definidas. Agora, falta só a parte mais difícil: ser liberado pelo Kayserispor (TUR), time com o qual tem contrato até junho de 2016. Esta semana será decisiva para o negócio.

Depois de pagar cerca de 3,5 milhões de euros (R$ 10,5 milhões) ao Boca Juniors (ARG) por 70% dos direitos do atleta, em 2012, o clube turco estipulou uma alta multa rescisória: 15 milhões de euros (R$ 45 milhões), de acordo com o estafe do jogador. Ele, porém, não encantou nestes quase dois anos atuando na Turquia, e por isto o clube europeu topa negociá-lo por bem menos.

Um empréstimo é algo por enquanto tido como fora de cogitação pelo Kayserispor, que deseja recuperar pelo menos parte do investimento feito no atacante de 26 anos. Um de seus representantes está em contato com os dirigentes para viabilizar a saída do seu cliente. A expectativa é de que saia uma resposta até esta quarta e o estafe de Mouche se mantém confiante.

Vice-campeão da Libertadores pelo Boca Juniors (ARG) em 2012, o atacante já demonstrou sua vontade de deixar a Turquia. O Kayserispor foi rebaixado no campeonato local, após terminar como lanterna a competição: foram apenas 29 pontos em 34 partidas. Mouche atuou em 31 delas e marcou seis vezes. Quatro gols foram de pênalti.