icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
18/07/2013
15:02

A goleada sofrida para o Santos por 4 a 1 no último final de semana teve mais do que o resultado como ponto negativo, já que o técnico Edson Pimenta não poderá contar com o volante Ferdinando para o duelo diante do Goiás, próximo domingo. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o experiente jogador deixará um espaço aberto no meio de campo, cujo Bruno pretende aproveitar.

Contratado por empréstimo do Londrina, Bruno se destacou pelo clube paranaense como segundo volante, por ter uma saída de qualidade com a bola. Mas para o confronto no Serra Dourada, Edson Pimenta pode utilizá-lo como cabeça de área, fato que não incomoda o reforço.

- Tem um pouco (de diferença), mas eu e o Correa vamos revezar. Quando um sai pra esquerda, o outro fecha. Então é uma sincronização, não tanto um fixo. Vai ficar mais ou menos igual. Fizemos o segundo treino juntos. Esperamos que no jogo domingo possa ocorrer tudo bem – disse o jogador.

Bruno exaltou a experiência dos veteranos da Portuguesa, que colaboram para que todos os atletas estejam ligados dentro de campo.

- Não só (a experiência) do Correa, mas do Souza também, do Valdomiro atrás. Jogadores experientes que ajudam e conversam. Fica mais fácil, aproveitar essa experiência para também me ajudar – concluiu.

A goleada sofrida para o Santos por 4 a 1 no último final de semana teve mais do que o resultado como ponto negativo, já que o técnico Edson Pimenta não poderá contar com o volante Ferdinando para o duelo diante do Goiás, próximo domingo. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o experiente jogador deixará um espaço aberto no meio de campo, cujo Bruno pretende aproveitar.

Contratado por empréstimo do Londrina, Bruno se destacou pelo clube paranaense como segundo volante, por ter uma saída de qualidade com a bola. Mas para o confronto no Serra Dourada, Edson Pimenta pode utilizá-lo como cabeça de área, fato que não incomoda o reforço.

- Tem um pouco (de diferença), mas eu e o Correa vamos revezar. Quando um sai pra esquerda, o outro fecha. Então é uma sincronização, não tanto um fixo. Vai ficar mais ou menos igual. Fizemos o segundo treino juntos. Esperamos que no jogo domingo possa ocorrer tudo bem – disse o jogador.

Bruno exaltou a experiência dos veteranos da Portuguesa, que colaboram para que todos os atletas estejam ligados dentro de campo.

- Não só (a experiência) do Correa, mas do Souza também, do Valdomiro atrás. Jogadores experientes que ajudam e conversam. Fica mais fácil, aproveitar essa experiência para também me ajudar – concluiu.