icons.title signature.placeholder Fábio Suzuki
02/07/2014
06:07

Neymar é um dos jogadores mais caçados em campo mas está sempre pronto para a próxima partida. Além de jovem, o fato pode ser explicado pela boa recuperação física dos atletas da Seleção Brasileira na Copa. E nessa área, uma parceira da CBF que poucos conhecem tem papel essencial junto aos profissionais do departamento médico, a Technogym. 

De origem italiana, a fabricante de aparelhos de preparação física e reabilitação tem o Brasil como mercado prioritário em sua estratégia de expansão. E o acordo até 2018 firmado com a CBF às vésperas da Copa atende esse objetivo.
– Houve interesse de ambos os lados. Do nosso pelo Brasil ser prioridade e da CBF pela qualidade de nossos produtos – diz Nerio Alessandri, presidente da Technogym, que também forneceu seus itens para as seleções da Itália e Rússia.

FORA DOS HOLOFOTES

O contrato não dá o direito de expor a marca da empresa em materiais de divulgação do Brasil e nem explorar a marca da Seleção como outras empresas. Mas mesmo longe dos holofotes, seu papel tem sido mais importante para o desempenho do time em campo que de outros patrocinadores da CBF.

- Acreditamos que esta cooperação pode ser uma grande oportunidade em termos de branding e marketing - comenta Alessandri.
No ano passado, a empresa abriu uma filial no país para reforçar sua estratégia de expansão no mercado brasileiro, onde já fornece seus equipamentos para clubes como Flamengo e Botafogo.

Já a brasileira Movement forneceu seus equipamentos para quatro seleções nesta Copa: Costa do Marfim, Gana, Equador e Coreia do Sul. Segundo a companhia, a presença na Copa 'é uma oportunidade única de reforçar a marca da empresa no segmento'.