icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/08/2015
12:40

O UFC 193 acontece no dia 14 de novembro, na Austrália, e promete ser histórico. O show, que será liderado por Ronda Rousey e Holly Holm em disputa de cinturão peso galo feminino tem tudo para bater o recorde de público, já que o Etihad Stadium, local do show, tem capacidade para receber até 70 mil pessoas. E fazer parte desrte show, embora a equipe entenda ser um pouco precoce, vai render um bom lucro.

Em entrevista ao Sherdog, Lenny Fresquez, empresário da ex-multicampeã de boxe revelou que a lutadora receberá mais do que Cat Zingano levou para casa após ser finalizada por Rousey em 14 segundos: US$ 100 mil (cerca de R$ 350).

- Tudo que posso falar é que a Holly receberá mais do que a (Cat) Zingano recebeu. Antes fiquei meio pensativo de aceitar a luta com Ronda, pois preferia que Holm enfrentasse Sarah Kaufman antes de uma disputa de título. Depois de receber a oferta do UFC perguntei se havia alguma chance de fazer mais uma luta antes de lutar pelo cinturão. Mas o UFC respondeu que não. Estamos sob contrato com eles e eles são os chefes, então não houve outra resposta a dar além de "sim" - explicou.

Vale lembrar que o valor de R$ 350 mil é referente a bolsa pela luta. Valores extras e contratos de imagems, além de patrocínios, não são divulgados pela organização ou pelos lutadores.

O UFC 193 acontece no dia 14 de novembro, na Austrália, e promete ser histórico. O show, que será liderado por Ronda Rousey e Holly Holm em disputa de cinturão peso galo feminino tem tudo para bater o recorde de público, já que o Etihad Stadium, local do show, tem capacidade para receber até 70 mil pessoas. E fazer parte desrte show, embora a equipe entenda ser um pouco precoce, vai render um bom lucro.

Em entrevista ao Sherdog, Lenny Fresquez, empresário da ex-multicampeã de boxe revelou que a lutadora receberá mais do que Cat Zingano levou para casa após ser finalizada por Rousey em 14 segundos: US$ 100 mil (cerca de R$ 350).

- Tudo que posso falar é que a Holly receberá mais do que a (Cat) Zingano recebeu. Antes fiquei meio pensativo de aceitar a luta com Ronda, pois preferia que Holm enfrentasse Sarah Kaufman antes de uma disputa de título. Depois de receber a oferta do UFC perguntei se havia alguma chance de fazer mais uma luta antes de lutar pelo cinturão. Mas o UFC respondeu que não. Estamos sob contrato com eles e eles são os chefes, então não houve outra resposta a dar além de "sim" - explicou.

Vale lembrar que o valor de R$ 350 mil é referente a bolsa pela luta. Valores extras e contratos de imagems, além de patrocínios, não são divulgados pela organização ou pelos lutadores.