icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
01/07/2014
17:08

A surpresa da diretoria e da comissão técnica do São Paulo com a ausência de Lucas Evangelista no treino desta terça-feira foi, inicialmente, esclarecida pelo empresário Wagner Ribeiro. Envolvido diretamente com o problema jurídico com o Desportivo Brasil, o agente afirmou ao LANCE!Net que o garoto não pretende deixar o Tricolor.

- Ele não quer sair. Ele está triste com isso e quer ficar no São Paulo - declarou.

Wagner Ribeiro acionou a Justiça no início do ano para reclamar do contrato oferecido pelo Desportivo Brasil para negociar Evangelista em definitivo com o São Paulo. O empresário quer dar ao cliente uma parcela maior nos direitos econômicos. Com isso, a negociação para o jovem permanecer no Morumbi travou e o primeiro vínculo, de empréstimo, terminou na última segunda-feira.

- O empréstimo do Desportivo Brasil ao São Paulo terminou ontem e hoje (terça) ele foi obrigado a se apresentar lá. Por isso ele não pôde treinar com o São Paulo, mas o problema não é com eles. É bom frisar que o São Paulo não tem problema nenhum com o Lucas ou comigo. A questão é com o Desportivo Brasil, que fez um contrato em que só o lado deles foi beneficiado - argumentou.

Os jogadores do São Paulo se reapresentaram na manhã desta terça-feira para treino físico no Morumbi, o primeiro após duas semanas de treinamentos nos Estados Unidos. Na excursão, Lucas Evangelista aceitou o pedido de Muricy Ramalho para atuar na lateral esquerda, agradou e estava empolgado para o restante da temporada.

A reportagem do L!Net procurou o departamento jurídico do São Paulo, mas não foi atendida até o momento. No mês passado, o diretor jurídico Leonardo Serafim afirmou que advogados do clube monitoravam o caso sem preocupação, mas a ausência de Lucas pegou a todos de surpresa.