icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
11:04

Está cada vez mais próxima a passagem de comando da Internazionale, de Massimo Moratti para o indonésio Erick Thohir. O empresário asiático já está em Milão, onde se reunirá com o atual proprietário do clube nerazzurro.

Como já publicava na última semana a imprensa italiana, Moratti irá vender 75% de suas ações na Inter. Thohir pagará pelos papéis 350 milhões de euros. O dinheiro será utilizado para salvar da crise as demais empresas pertencentes a Massimo Moratti, que ainda manterá em seu poder 23% das ações. Os demais papéis da Internazionale pertencem à fabricante de pneus Pirelli (1,6%) e a outros sócios (0,1%).

E MAIS:

>Perto de ser dono da Inter, bilionário quer Leonardo como diretor-esportivo
>Massimo Moratti venderá 75% da Inter para magnata indonésio

Caso o negócio seja formalizado, a Inter segue a Roma e será o segundo clube italiano a ser comprado por um investidor estrangeiro. Em 2011 o controle da equipe romana ficou nas mãos do norte-americano Thomas Di Benedetto.


Está cada vez mais próxima a passagem de comando da Internazionale, de Massimo Moratti para o indonésio Erick Thohir. O empresário asiático já está em Milão, onde se reunirá com o atual proprietário do clube nerazzurro.

Como já publicava na última semana a imprensa italiana, Moratti irá vender 75% de suas ações na Inter. Thohir pagará pelos papéis 350 milhões de euros. O dinheiro será utilizado para salvar da crise as demais empresas pertencentes a Massimo Moratti, que ainda manterá em seu poder 23% das ações. Os demais papéis da Internazionale pertencem à fabricante de pneus Pirelli (1,6%) e a outros sócios (0,1%).

E MAIS:

>Perto de ser dono da Inter, bilionário quer Leonardo como diretor-esportivo
>Massimo Moratti venderá 75% da Inter para magnata indonésio

Caso o negócio seja formalizado, a Inter segue a Roma e será o segundo clube italiano a ser comprado por um investidor estrangeiro. Em 2011 o controle da equipe romana ficou nas mãos do norte-americano Thomas Di Benedetto.