icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/06/2014
12:21

Os grandes craques do futebol mundial não são perigosos apenas para as defesas adversárias, mas também para o computador dos fãs. É o que revelou a McAfee, empresa de informática especializada em soluções de segurança, que mediu as chances do internauta de infectar o próprio computador ao clicar em links ligados a nomes de jogadores que virão à Copa do Mundo.

O ranking é chamado de "Clube do Cartão Vermelho" pela empresa, que separou os 11 nomes mais "perigosos" para o internauta. E o craque de maior risco é justamente o mais midiático, Cristiano Ronaldo, com 3,7% de percentual. As três celebridades logo abaixo do português também não surpreendem: Messi, Casillas e Neymar.

Há apenas uma surpresa, o desconhecido argelino Karim Ziani, que ficou como o quinto nome mais relacionado a páginas prejudiciais ao computador. A McAfee trata a ação como um alerta ao torcedor, para "não deixar que o amor pelo esporte prevaleça sobre a segurança digital".

- Os criminosos virtuais estão ansiosos para se aproveitar da enorme empolgação com os jogos históricos que ocorrerão no Brasil a partir de junho. O perigo está no fato de que essa expectativa pode levar os fãs a fazer download de conteúdos de páginas indevidas para entrar no clima do futebol - diretora de pesquisas em segurança da Web da McAfee, Paula Greve.

Veja os nomes mais virais (no mau sentido) da Web

1. Cristiano Ronaldo (Portugal)
3,76% de risco
2. Lionel Messi (Argentina)
3,72% de risco
3. Iker Casillas (Espanha)
3,34% de risco
4. Neymar (Brasil)
3,14% de risco
5. Karim Ziani (Argélia)
3% de risco
6. Karim Benzema (França)
2,97% de risco
7. Paulinho (Brasil)
2,81% de risco
8. Edinson Cavani (Uruguai)
2,67% de risco
9. Fernando Torres (Espanha)
2,65% de risco
10. Eden Hazard (Bélgica)
2,50% de risco
11. Gerard Piqué (Espanha)
2,45% de risco