icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/03/2014
07:21

No que depender do histórico recente do confronto entre Fluminense e Vasco, a vantagem do empate obtida pelo Flu para avançar às finais pode fazer a diferença. Em levantamento realizado pelo LANCE!Net, foi constatado que nos últimos 30 jogos entre as equipes ocorreram 17 igualdades, sendo nove vitórias cruz-maltinas e quatro triunfos tricolores.

Ciente de que o Vasco tem um papel mais complicado, o técnico Adilson Batista garantiu que o time vai para cima do Fluminense em busca da vitória, mas também aproveitou para ressaltar de que nada adianta ser ofensivo de uma forma desordenada.

– Nós teremos que agredir, arriscar um pouco, mas não podemos abandonar a organização. Precisamos jogar com inteligência e ter um bom volume de jogo. Conseguimos isso no jogo de quinta-feira, mas acabou empatando. Agora teremos que vencer. A ideia é trabalharmos bem a bola com velocidade e não desperdiçarmos as oportunidades que surgirem – explicou o comandante cruz-maltino.

Por sua vez, Renato Gaúcho, que sempre que questionado sobre o assunto garantiu ser fundamental para o Fluminense ter a vantagem dos empates nas semifinais, decidiu adotar um discurso conservador. Para o treinador tricolor, o Fluminense, mesmo tendo o regulamento a favor, precisa esquecer o benefício para obter a classificação para a decisão do Campeonato Carioca:

– Vou pedir exatamente a mesma coisa ao meu time. Não podemos entrar com o regulamento debaixo do braço. Precisamos buscar a vitória. No jogo de quinta-feira nós tivemos grandes oportunidades, o Vasco também e cada um fez um gol. Precisamos usar o regulamento? Sim, mas na hora certa. Tomaremos os cuidados defensivos de sempre.

Resta saber se a história recente irá se repetir novamente no próximo domingo.