icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/06/2014
16:03

Se um jogador quiser ser campeão da Copa do Mundo, é bom não ter sido eleito o melhor do mundo no ano anterior. Pode soar estranho, mas essa é a verdade. Desde que a Fifa criou a premiação para atletas, em 1991, nenhum dos vencedores conseguiu conquistar o Mundial no ano seguinte. Em 2014, a sina continua. Afinal, o português Cristiano Ronaldo foi eliminado nesta quinta-feira.

A "maldição" começou com Roberto Baggio, em 1994. Um ano antes, o italiano foi eleito o melhor jogador do mundo, mas acabou sendo vice campeão para o Brasil naquele Mundial. Depois, a história se repetiu com o brasileiro Ronaldo, em 1998. A partir de então, nenhum deles conseguiu sequer chegar na decisão.

Ronaldo Gaúcho, em 2006, e Messi, em 2010, caíram nas quartas de final. Já o português Figo, em 2002, fez o mesmo que Cristiano Ronaldo e foi eliminado logo na primeira fase. Pensando por esse lado, antes mesmo de acabar esta Copa, é bom que nenhum brasileiro ganhe em 2017.

Confira:

Copa do Mundo 1994 - Roberto Baggio (Itália) perdeu na final
Copa do Mundo 1998 - Ronaldo (Brasil) perdeu na final
Copa do Mundo 2002 - Figo (Portugal) caiu na primeira fase
Copa do Mundo 2006 - Ronaldinho Gaúcho (Brasil) caiu nas quartas de final
Copa do Mundo 2010 - Messi (Argentina) caiu nas quartas de final
Copa do Mundo 2014 - Cristiano Ronaldo (Portugal) caiu na primeira fase