icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/02/2015
22:54

Em grande fase no Corinthians, o volante Elias comentou o início de ano e o trabalho realizado pelo técnico Tite no time do Parque São Jorge. Em entrevista ao Sportv, o atleta revelou a conversa que teve com treinador no começo do ano e as instruções que Tite passou para ele.

- No primeiro dia de treinamentos, ele (Tite) me chamou para conversar e perguntou onde eu me sentia bem. Também disse que iria explorar minha característica de infiltração, mas eu sempre teria que voltar pra marcar, porque sou volante. Ele me disse; 'Você tem total liberdade, mas assim que terminar a jogada se posicione no seu setor.' Isso ele falou para todo o mundo da nossa equipe. Por isso, a gente chega com três, quatro jogadores na área, mas todo mundo retorna pra marcar. Todo mundo ataca e todo mundo defende. - afirmou Elias.

Em 2014, com Mano Menezes, o volante atuou mais recuado. Nesta temporada, Tite o avançou. O jogador avaliou as mudanças no seu posicionamento e relembrou suas experiências táticas na Europa. 

- Eu joguei assim na Europa, recuado como primeiro volante. Mas deixei claro pro Mano e pro Tite que, para mim, é mais importante a equipe vencer do que eu fazer um gol. Fiquei seis meses sem jogar. A equipe estava atuando em função do Guerreiro, que vinha muito bem Joguei numa outra função, fazendo a saída de bola e me senti muito bem. - avaliou.

Com a saída de Jadson para o futebol chinês, uma vaga do meio de campo está em aberto. Perguntado se poderia ser o "homem de ligação", Elias afirmou que está à disposição do treinador.

- Se o Tite optar, estou à disposição. Preciso de tempo para me adaptar mas tem outros jogadores que podem fazer isso bem. Malcom, Mendoza, Danilo, outros também podem fazer essa função. - disse.

O volante do Timão também ressaltou as variações táticas que Tite empregou.

- Hoje, atuamos no 4-1-4-1, mas muda pro 4-4-2. No jogo contra o São Paulo, fui pra linha do Ralf, e o Renato e Danilo ficaram mais à frente. - explicou.