icons.title signature.placeholder Bruno Andrade e Gabriel Carneiro
17/07/2014
23:12

Jorge Henrique de volta ao Corinthians? A possibilidade não passa pela cabeça da diretoria, mas foi "levantada" em tom de ironia por Elias depois da vitória do Timão por 2 a 1 em cima do Internacional, nesta quinta-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo. Na saída do estádio, Elias e Fábio Santos passaram alguns minutos na porta do vestiário conversando e rindo com Jorge Henrique, hoje camisa 23 do Colorado.

- Quase que a gente puxou ele para cá outra vez (risos). É um grande amigo, meu vizinho aqui em São Paulo, a gente se fala sempre. Queria que ele estivesse aqui, mas infelizmente é contra. Desejo toda a sorte para ele - brincou Elias, que reestreou oficialmente com a camisa 7 do Corinthians.


Ídolo alvinegro, Jorge Henrique deixou o clube em junho de 2013, após problemas internos com a comissão técnica, na época comandada por Tite. Apesar da saída conturbada, o atacante, que conquistou seis títulos pelo Timão, entre eles, a Libertadores e o Mundial de Clubes, ainda tem enorme carinho da torcida, que o aplaudiu antes e durante a partida desta quinta-feira.

Mas Jorge Henrique não foi o único a ter o nome gritado pela torcida. Do lado alvinegro, Elias, Ralf e Guerrero foram os mais aplaudidos. Quem tem mais o carinho da Fiel? Para Elias, todos eles.

- A torcida gritou meu nome porque eu já joguei aqui, tenho uma história, mas o Paolo (Guerrero) e o Ralf, que é o capitão, também têm história aqui no Corinthians. Eu sou uma das referências, muito por conta da minha rodagem, da minha identificação. Mas são todos são fundamentais, são todos referências, assim como o Gil e o Fábio Santos - finalizou.