icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
13/02/2015
14:14

A torcida do Avaí segue sem comemorar uma vitória do Leão da Ilha em 2015. Na última quinta-feira, o elenco azzurra enfrentou a líder do Catarinense, Chapecoense, e foi derrotado por 1 a 0. Com o resultado, o Avaí permanece com dois pontos somados, ocupando a vice-lanterna do Estadual.

Após a partida, o elenco do Leão não tentou encontrar desculpas pela derrota, e o lateral-esquerdo Eltinho chegou a concordar com as vaias que a torcida avaiana direcionou ao time na Ressacada.

- Dificuldade a gente sabia que ia existir. Sabíamos que não seria diferente, finalizamos pouco, poucas jogadas de fundo, erramos passes porque estávamos afobados. O torcedor tem razão, não fizemos um grande jogo.

Já o atacante André Lima fez ríticas ao árbitro do jogo, Ronan Marques da Rosa. Segundo o jogador, o juiz deixou de marcar um pênalti em favor do Avaí, o que poderia ter mudado o rumo da partida.

- Dener (lateral da Chapecoense) está na área e os zagueiros colocam a mão para trás. Quando ele não coloca, ele fica sujeito a cortar a bola. Tinha o ponto futuro, que era o gol. O cara bota a mão na bola, ou bate, não interessa. Quando isso acontece, ele tem que marcar o pênalti. Ele prejudica o nosso trabalho, a torcida com razão nos vaia. O pênalti tem que colocar na conta dele, é um lance crucial e tem que ser realista, isso poderia mudar a nossa condição na partida.

O Avaí volta a jogar na próxima quinta-feira, contra o Metropolitano, às 19h30 da noite, na Ressacada, em duelo válido pela quinta rodada do Catarinense.