icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/12/2013
13:36

O Campeonato Marroquino está longe da vitrine do futebol mundial. O Raja Casablanca está na disputa do Mundial de Clubes pelo fato de ser justamente o campeão do Marrocos. O Botola Pro, como é chamada a liga, em termos de valores está muito atrás das ligas dos principais oponentes do Raja na competição.

Segundo o site Transfermarkt, especializado no mercado do futebol, os 16 clubes do Botola Pro somados alcançam 68,2 milhões de euros (R$ 218,45 milhões). Só o valor do elenco do Galo que disputou o Mundial é mais da metade de toda a liga marroquina, chegando aos cerca de 50,2 milhões de euros (R$ 165 milhões).

E MAIS:

Presidente do Bayern prega muito respeito ao Raja na final
Jornalistas estrangeiros ficam surpresos com a derrota do Galo

Se a comparação foi feita com o Bayern de Munique, então, a conclusão é mais estarrecedora. O elenco inteiro do clube alemão, que pegará o Raja na decisão, é cerca de sete vezes mais caro que todos os jogadores que atuam no Botola Pro somados. O elenco bávaro custa em torno de 487,2 milhões de euros (R$ 1,6 bilhão).

Negociações com pouco dinheiro

Isso é o reflexo de um campeonato onde o mercado de transferências movimenta valores igualmente baixos para os padrões internacionais. Para a temporada 2013/14, o FAR Rabat foi o que mais gastou: algo em torno de 350 mil euros (R$ 1,12 milhão). Já o Raja Casablanca não gastou um tostão sequer, indo atrás apenas de atletas a custo zero.

No entanto, o próprio Raja é o clube mais valioso do Marrocos. O adversário do Bayern na final, segundo relatório da Pluri Consultoria, chega aos 11,5 milhões de euros (R$ 37,9 milhões).

O campeonato

O Botola Pro é disputado por 16 equipes, seguindo o calendário europeu, e com 30 rodadas no total. O torneio dá duas vagas à Liga dos Campeões da África (campeão e vice) e uma à Copa da Confederação Africana (terceiro colocado). Os dois últimos são rebaixados.

O campeonato da temporada atual já irá no próximo fim de semana para a sua 13ª rodada. O líder é o Moghreb Tétouan, com 21 pontos. O Raja, que é o campeão da temporada passada, é o oitavo colocado com 16 pontos.

No entanto, o finalista do Mundial tem um jogo a menos justamente por causa de sua participação na compeição da Fifa e, obviamente, também não jogará na próxima rodada.

Só que a campanha atual decepciona. Os verdes só conseguiram a sua primeira vitória na quinta rodada. A partir daí ganharam quatro jogos seguidos. Mas nas três rodadas antes de sua estreia no Mundial o Raja perdeu dois jogos e empatou outro.

Como não poderia deixar de ser, há brasileiros disputando o Botola Pro. São quatro na primeira divisão, e um deles é o atacante Pedro Beda. Formado pelo Flamengo, o jogador foi contratado em agosto pelo Olympique Khouribga junto ao Avenida, do Rio Grande do Sul. Beda teve passagem pelo futebol holandês, onde defendeu o Heerenveen, e pelo Bahia. Os outros brazucas na Liga Marroquina são o lateral-direito Luiz Jefferson Escher, do MAS Fes, e os atacantes Diego Silva, do Olympique Safi, e Gustavo Correia, do Wydad Fes.