icons.title signature.placeholder Daniel Guimarães
12/11/2014
00:03

O atraso para o início da apuração em São Januário acontece por conta da impugnação dos votos de 59 sócios gerais não recadastrados que acabaram participando do pleito. O pedido foi feito pela chapa "Sempre Vasco", do candidato Julio Brant, e acatado pelo presidente da Assembleia Geral e também candidato, Roberto Monteiro, da "Identidade Vasco".

A expectativa é de que mais de seis mil associados participassem da eleição, mas o número acabou sendo inferior. Ainda assim, o pleito bateu o recorde de votos. Foram 5.592, apenas oito a mais do que a histórica eleição de 1982, quando 5.884 associados foram às urnas e escolheram Antonio Soares Calçada ao invés de Eurico Miranda.

Falando em Calçada, o ex-presidente não apareceu para votar durante todo o dia em São Januário. No fim da noite, veio a explicação de que ele levou um tombo em casa nos últimos dias e precisou ficar de repouso. Ele participou do recadastramento e tinha interesse em votar no pleito.

A expectativa é que o resultado oficial saia apenas durante a madrugada, por volta das 3h.