icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
15/07/2013
11:54

A invencibilidade de cinco jogos da Portuguesa caiu no último sábado, quando a Lusa jogou na Vila Belmiro e foi goleada pelo Santos, por 4 a 1. Mas, segundo técnico Edson Pimenta, a atuação ruim servirá de lição para melhores performances no futuro.

- Agora é absorver o resultado e já começar a prever o próximo jogo, trabalhar em cima da partida com o Goiás. Acho que tivemos um placar injusto em Santos, pelo que foi o jogo, mas é claro que temos que melhorar para vencer no Serra Dourada. Nossa equipe é qualificada, está se reforçando e com muito empenho, podemos conseguir um grande resultado lá em Goiânia.

Pimenta lamentou os dois gols relâmpagos do Santos com menos de 10 minutos de jogo e não escondeu a frustração com o resultado. O treinador ainda exaltou as oportunidades perdidas de igualar o placar no primeiro tempo.

- O Santos teve um grande volume no começo do jogo e foi assim que aconteceram os dois gols deles, em apenas 10 minutos. Depois disso, nós acordamos, ditamos o ritmo pelos 30 minutos finais e criamos chances para diminuir e até para empatar, porque dominamos as ações. No segundo tempo voltamos bem, com volume, mas sofremos o terceiro gol e o jogo se tornou uma loteria.


E MAIS:

> Após goleada, grupo de torcedores protesta no Canindé

> Neilton faz dois, Santos goleia a Lusa e alcança terceira vitória consecutiva

Em noite de Neilton, Santos goleia a Lusa na Vila

A invencibilidade de cinco jogos da Portuguesa caiu no último sábado, quando a Lusa jogou na Vila Belmiro e foi goleada pelo Santos, por 4 a 1. Mas, segundo técnico Edson Pimenta, a atuação ruim servirá de lição para melhores performances no futuro.

- Agora é absorver o resultado e já começar a prever o próximo jogo, trabalhar em cima da partida com o Goiás. Acho que tivemos um placar injusto em Santos, pelo que foi o jogo, mas é claro que temos que melhorar para vencer no Serra Dourada. Nossa equipe é qualificada, está se reforçando e com muito empenho, podemos conseguir um grande resultado lá em Goiânia.

Pimenta lamentou os dois gols relâmpagos do Santos com menos de 10 minutos de jogo e não escondeu a frustração com o resultado. O treinador ainda exaltou as oportunidades perdidas de igualar o placar no primeiro tempo.

- O Santos teve um grande volume no começo do jogo e foi assim que aconteceram os dois gols deles, em apenas 10 minutos. Depois disso, nós acordamos, ditamos o ritmo pelos 30 minutos finais e criamos chances para diminuir e até para empatar, porque dominamos as ações. No segundo tempo voltamos bem, com volume, mas sofremos o terceiro gol e o jogo se tornou uma loteria.


E MAIS:

> Após goleada, grupo de torcedores protesta no Canindé

> Neilton faz dois, Santos goleia a Lusa e alcança terceira vitória consecutiva

Em noite de Neilton, Santos goleia a Lusa na Vila