icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2014
08:45

Único brasileiro no card do UFC Austin, Edson Barboza não decepcionou os fãs brasileiros e teve uma atuação perfeita diante de Bobby Green. O atleta levou a melhor após três rounds, na decisão unânime dos juízes e deu o passo decisivo para entrar de vez no top 10 da categoria dos leves.

Edson iniciou o combate trabalhando bem nos chutes baixos, ignorando as provocações de Green, que balançava a cabeça negativamente a cada investida do brasileiro e não deixou seu adversário o levar para o chão. No segundo assalto, o atleta tupiniquim acertou um lindo chute giratório, que balançou o rival e se manteve na estratégia de atacar com chutes no corpo. No último round, o lutador de nova Fribugo foi mais cauteloso, mas no fim do combate, após combinações de socos, acertou um chutaço de esquerda e quase derrubou o americano.

- Estou muito feliz, treinei muito para essa luta e acreditem, vocês ainda não viram o melhor do Edson Barboza, mas ele chegará em breve. O Green se mexeia muito, tem um boxe duro, dificil de prever e tentei usar as minhas pernas. Meu trabalhoi funcionou e consegui essa vitória - disse o brasileiro especialista em muay thai, em entrevista após o combate.

Com esse triunfo, Edson Barboza consegue sua nona vitória na organização e segunda seguida, após vencer Evan Dunham, em julho deste ano. Atualmente no 11º posto no ranking da divisão, deve entrar de vez entre os dez melhor. Já Bobby Green, sétimo colocado da lista da categoria e que vinha de oito triunfos seguidos, sendo quatro pelo Ultimate, tem sua série positiva interrompida.

Card principal:
Edson Barboza venceu Bobby Green por decisão unânime
Chico Camus venceu Brad Picket por decisão dividida
Oleksiy Oliynyk venceu Jared Rosholt por nocaute técnico no 1R
Joseph Benavidez venceu Dustin Ortiz por decisão unânime
Matt Wiman venceu Isaac Vallie-Flagg por decisão unânime
Card preliminar
Ruslan Magomedov venceu Josh Copeland por decisão unânime
Roger Narvaez venceu Luke Barnatt por decisão dividida
James Vick venceu Nick Hein por decisão unânime
Akbahr Arreola finalizou Yves Edwards com um arm-lock no 1R
Paige VanZant venceu Kailin Curran por nocaute técnico no 3R
Dooho Choi venceu Juan Puig por nocaute técnico no 1R