icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira
25/07/2014
14:53

Jogar um clássico já é motivante para qualquer jogador, seja qual for a situação, valendo título ou num simples amistoso. Porém, a partida de domingo, entre Flamengo e Botafogo, tem uma dose maior de motivação para o lateral-direito Edilson, já que enfrentará o desafeto Vanderlei Luxemburgo, na reestreia do técnico no comando do Flamengo.

- Sem dúvida (ganha motivação). Com Vanderlei ou sem Vanderlei, a motivação em um clássico sempre é a mesma, mas vou dar algo a mais, com certeza - disse Edílson, antes de falar que pedirá a vitória aos companheiros, já que completa 28 anos no dia do confronto:

- Além disso, também é meu aniversário. Vou falar para meus companheiros que quero essa vitória - garantiu.

A relação entre os dois azedou de vez após uma declaração do lateral na sua apresentação como jogador do Botafogo, em janeiro do ano passado. Na ocasião, ele afirmou estar feliz por chegar num grupo que havia competição por posições no time titular e não tinha "cartas marcadas" como no Grêmio.