icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
15:23

O central Éder não teve um início de Liga Mundial como gostaria. Uma lesão nas costas deixou o atleta fora de ação durante a maior parte do campeonato. Recuperado, ele espera ajudar a equipe do técnico Bernardinho a superar a Itália em duas partidas, já que o Brasil só depende dele mesmo para seguir na disputa. O primeiro duelo é nesta quinta-feira, às 15h (de Brasília).

– Serão confrontos difíceis, nós sabemos do potencial da Itália. Eles jogaram muito bem contra nós em Jaraguá do Sul, então precisamos ficar atentos para conseguirmos duas vitórias e a classificação. Eles terão o apoio da torcida, que vai pressionar muito, mas estamos prontos”, afirmou o experiente central, de 30 anos.

Éder se juntou ao grupo na última terça-feira, em Saquarema, onde vinha treinando enquanto a equipe viajava. No sábado, viajou para Bolonha, sede do primeiro jogo. Lá, começou a preparação com os companheiros horas após a chegada.

– Estou muito bem, conheço todos do grupo há bastante tempo. Estava sentindo falta de treinar e de estar junto com o pessoal. A evolução do time nos treinamentos é nítida, e o empenho de todos é muito grande para melhorarmos em busca da vaga. Temos plenas condições de conseguirmos a classificação.

O Brasil está em terceiro lugar do Grupo A na Liga Mundial, com 11 pontos, atrás de Irã e Polônia, que somam 18 pontos. A equipe depende apenas de si para chegar à próxima fase. O segundo confronto contra os italianos será neste domingo, às 12h (de Brasília).