icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2014
09:10

Preocupado com o surto de ebola na África, o Borussia Dortmund não permitiu que o atacante Aubameyang viajasse ao continente para defender o Gabão nas partida contra Angola e Lesoto, ambas válidas pelas Eliminatórias da Copa Africana de Nações. Os jogos serão disputados no sábado e na quarta-feira, respectivamente.

- Sem cair em histeria, temos advertências de nossos médicos. Temos o dever de proteger o jogador e a equipe - explicou o diretor Michael Zorc, em entrevista ao jornal "Bild".

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Ebola: Fifa mantém Mundial de Clubes no Marrocos

Por ora, o Dortmund conseguiu "segurar" Aubameyang para o primeiro duelo. Contra Lesoto, existe a chance do atacante ser liberado.

O clube alemão não poderia agir desta forma, no entanto, como a convocação chegou com um dia de atraso, os aurinegros encontraram uma brecha para impedir o jogador de entrar em campo pelo Gabão.

- Minha federação cometeu um erro - lembrou Aubameyang.

A África Ocidental tem sido muito infectada pelo surto. Por enquanto, já foram quase 5 mil mortes confirmadas, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).