icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/11/2013
11:35

Durival de Britto e Silva. Ou simplesmente Vila Capanema. O palco que abre a decisão da Copa do Brasil entre Atlético-PR e Flamengo, a partir das 21h50 desta quarta-feira, em jogo que terá transmissão em tempo real do LANCE!Net, pode não ser um dos estádios construídos ou reformados para a Copa do Mundo do ano que vem, mas tem história de sobra: já chegou a ser o terceiro maior do Brasil, recebeu dois jogos da Copa de 1950 e, após ser a casa de Ferroviário e Colorado, recebe os jogos do Paraná desde 1989.

O Clube Atlético Ferroviário foi fundado no dia 30 de janeiro de 1930 e, em um primeiro momento, era amador. O profissionalismo veio logo na sequência, e o Boca Negra foi três vezes campeão paranaense (1934, 1938 e 1944) antes da construção do estádio que viria a ser a sua casa: o Durival de Britto e Silva, inaugurado em 23 de janeiro de 1947, com a capacidade estimada para 30 mil pessoas. No jogo de inauguração, o Ferroviário recebeu o Fluminense e foi goleado por 5 a 1. O público recorde veio na vitória do Atlético-PR sobre o Santos, por 3 a 2, no dia 8 de setembro de 1968: 24.303 pessoas estiveram presentes no duelo válido pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa.

O Durival, ou Vila Capanema, o antigo nome do bairro (hoje Jardim Botânico) em que é localizado o estádio, era, na época da sua inauguração, o terceiro maior do Brasil, sendo superado apenas por Pacaembu e São Januário. Atualmente, a capacidade do Durival é, segundo o Cadastro Nacional de Estádios (CNEF) da CBF, de 17 mil pessoas.

Como grande atração do futebol paranaense, o Durival de Britto e Silva, nome em homenagem ao então superintendente da Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (RVPSC), foi uma das sedes da Copa do Mundo de 1950, representando o estado do Paraná. A então casa do Ferroviário recebeu dois jogos do primeiro Mundial em solo brasileiro: Espanha 3 x 1 Estados Unidos e Suécia 2 x 2 Paraguai, ambos pela primeira fase e válidos pelos Grupos 2 e 3, respectivamente.

A PRIMEIRA FUSÃO DA HISTÓRIA DO DURIVAL DE BRITTO

Em 29 de junho de 1971, o Ferroviário, já com oito títulos do Paranaense, uniu-se ao Britânia Sport Club, clube mais antigo do Paraná e sete vezes campeão estadual, e ao Palestra Itália Futebol Clube, três vezes campeão paranaense, para dar origem ao Colorado Esporte Clube. O Durival passava a ser a casa do Colorado, que viria a conquistar apenas um título: o Paranaense de 1980.

SEGUNDA FUSÃO E O SURGIMENTO DO PARANÁ

Junho de 1988. Foi quando começaram as primeiras reuniões envolvendo representantes do Colorado e do Esporte Clube Pinheiros, outro clube tradicional de Curitiba. A fusão, aprovada pela maioria dos conselheiros dos dois clubes, deu origem ao Paraná Clube no dia 19 de dezembro do ano seguinte. O Durival de Britto passaria a ser a casa do Paraná, que também herdou o Estádio Érton Coelho Queiróz, conhecido como Vila Olímpica do Boqueirão, de propriedade do Pinheiros.

REFORMA, CAPACIDADE AMPLIADA E OS PRIMEIROS JOGOS INTERNACIONAIS

A Vila Capanema passou por uma reforma no início de 2006, já que precisava atender ao Estatuto do Torcedor: recebia apenas 12.100 pessoas. A reinauguração veio no dia 20 de setembro do mesmo ano, quando o Paraná venceu o Fortaleza, por 2 a 0, em jogo do Campeonato Brasileiro. O Durival passou a ter capacidade para 20.083 pessoas. No ano seguinte, o estádio recebeu os seus primeiros jogos válidos por uma competição internacional: a Copa Libertadores de 2007. Foram partidas do Paraná contra Cobreloa (CHI), pela primeira fase, Flamengo, Real Potosí (BOL), Unión Maracaibo (VEN) e Libertad (PAR), time que eliminou o Tricolor nas oitavas de final da competição.

A ESTRUTURA DO DURIVAL DE BRITTO E SILVA*

- Campo de Futebol

- Sala de Musculação

- Departamento Médico

- Departamento de Fisioterapia

- Hotelaria / Concentração

- Restaurante

- Rouparia

- Arquibancadas com vestiários

- Departamente de Futebol Profissional/Administração do Paraná

- Sala de Imprensa

- Sala de Palestra

- Departamento de Informática/Central de TI

- Loja Tricolor (Materiais Esportivos)

- Estacionamento

- Modernas Portarias (Sistema de ingressos informatizado)

- Modernas Bilheterias (Venda de ingressos interligado a todas as sedes)

*Informações do site oficial do Paraná Clube.