icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
30/08/2015
19:51

A quarta e penúltima etapa do Circuito Banco do Brasil Sub-21 conheceu seus campeões neste domingo, em João Pessoa (PB). Foram realizadas 82 partidas nos naipes masculino e feminino desde sexta-feira, na Praia de Cabo Branco. As duplas da casa tiveram destaque, ficando com o ouro no torneio masculino, com George e Pedro (PB), e prata no feminino, que foi vencido pelas representantes do Sergipe, Duda e Tainá.

Campeão mundial Sub-19, George e o parceiro Pedro, filho do campeão olímpico Ricardo, superaram na decisão o time do Paraná, formado por Arthur Lanci/Adrielson: 2 sets a 0 (21/17, 22/20), em 40 minutos de jogo. Na disputa da medalha de bronze, Allyson Lima e Jefferson venceram de virada Raul/Baruk (SE) por 2 sets a 1 (16/21, 21/16, 15/8), em 53 minutos, completando o pódio da etapa paraibana.

A última etapa ocorre em Manaus (AM), de 30 de outubro a 1º de novembro. Com o resultado do torneio masculino, Ceará e Paraná permanecem empatados na liderança do ranking geral, que soma o desempenho das cinco etapas da temporada. Os dois estados têm 720 pontos, com a Paraíba em segundo lugar, com 680 pontos.

Assim como ocorre no circuito Sub-19, o Sub-21 é um campeonato de seleções estaduais, com duplas da mesma federação. Ele mantém o formato das últimas duas temporadas, com cada estado indicando suas delegações nos dois gêneros em busca do título. Além dos atletas, que podem ser alterados a cada etapa, as federações elegem um técnico. Os pontos obtidos vãos para o estado e o campeão geral é determinado ao final das cinco etapas.

No torneio feminino, as sergipanas Duda e Tainá (bicampeã e campeã mundiais Sub-19, respectivamente) superaram as donas da casa Andressa e Lydia por 2 sets a 0 (21/12, 21/1), após as paraibanas desistirem por lesão no segundo set, em 30 minutos. A disputa do bronze teve como vencedoras as representantes do Mato Grosso, Victoria e Tais, que superaram Amanda/Beatriz (RJ) por 2 sets a 1 (15/21, 21/19, 15/13), em 47 minutos.

Sergipe lidera o ranking feminino com 760 pontos, seguido pelo Ceará, que soma 620 pontos, e pelo Rio de Janeiro, com 580 pontos.

O atual modelo foi implementado em 2013 com o objetivo de identificar novos talentos nas areias, num trabalho de renovação. E, a partir daí, analisar quais são os polos que precisam receber um incentivo maior para se desenvolverem e serem trabalhados de forma mais direcionada. Na temporada de estreia, os títulos ficaram com os estados do Paraná (masculino) e Sergipe (feminino), que repetiram a dose em 2014 e faturaram o bi.

Na primeira etapa, disputada em Maringá (PR), Allyson/Jefferson (CE) venceu Arthur Lanci/Adrielson (PR) na final e ficou com o ouro. Thales/Kevin (PB) completaram o pódio com o bronze. No feminino, Bitencourt/Monique (PR) superaram Hegê/Verena (CE) na decisão e levaram o título. Tainá/Ana Carolina (SE) levou a medalha de bronze.

Na segunda etapa, disputada no Rio de Janeiro, ouro para Arthur Lanci/Adrielson (PR), prata para Allyson/Jefferson (CE) e bronze para Vinícius/Sturaro (ES). No feminino, Duda/Tainá (SE) superou na decisão Hegê/Verena (CE), com bronze para Beatriz/Amanda (RJ).

Já em Uberlândia (MG), na terceira etapa, ouro novamente para Duda/Tainá (SE), prata para Anna Luisa/Carol (RS) e bronze para Amanda/Beatriz (RJ). No masculino, ouro para George/Pedro (PB), que venceram Allyson Lima e Jefferson (CE) na final. O bronze ficou com Arthur Lanci e Adrielson (PR).

A quarta e penúltima etapa do Circuito Banco do Brasil Sub-21 conheceu seus campeões neste domingo, em João Pessoa (PB). Foram realizadas 82 partidas nos naipes masculino e feminino desde sexta-feira, na Praia de Cabo Branco. As duplas da casa tiveram destaque, ficando com o ouro no torneio masculino, com George e Pedro (PB), e prata no feminino, que foi vencido pelas representantes do Sergipe, Duda e Tainá.

Campeão mundial Sub-19, George e o parceiro Pedro, filho do campeão olímpico Ricardo, superaram na decisão o time do Paraná, formado por Arthur Lanci/Adrielson: 2 sets a 0 (21/17, 22/20), em 40 minutos de jogo. Na disputa da medalha de bronze, Allyson Lima e Jefferson venceram de virada Raul/Baruk (SE) por 2 sets a 1 (16/21, 21/16, 15/8), em 53 minutos, completando o pódio da etapa paraibana.

A última etapa ocorre em Manaus (AM), de 30 de outubro a 1º de novembro. Com o resultado do torneio masculino, Ceará e Paraná permanecem empatados na liderança do ranking geral, que soma o desempenho das cinco etapas da temporada. Os dois estados têm 720 pontos, com a Paraíba em segundo lugar, com 680 pontos.

Assim como ocorre no circuito Sub-19, o Sub-21 é um campeonato de seleções estaduais, com duplas da mesma federação. Ele mantém o formato das últimas duas temporadas, com cada estado indicando suas delegações nos dois gêneros em busca do título. Além dos atletas, que podem ser alterados a cada etapa, as federações elegem um técnico. Os pontos obtidos vãos para o estado e o campeão geral é determinado ao final das cinco etapas.

No torneio feminino, as sergipanas Duda e Tainá (bicampeã e campeã mundiais Sub-19, respectivamente) superaram as donas da casa Andressa e Lydia por 2 sets a 0 (21/12, 21/1), após as paraibanas desistirem por lesão no segundo set, em 30 minutos. A disputa do bronze teve como vencedoras as representantes do Mato Grosso, Victoria e Tais, que superaram Amanda/Beatriz (RJ) por 2 sets a 1 (15/21, 21/19, 15/13), em 47 minutos.

Sergipe lidera o ranking feminino com 760 pontos, seguido pelo Ceará, que soma 620 pontos, e pelo Rio de Janeiro, com 580 pontos.

O atual modelo foi implementado em 2013 com o objetivo de identificar novos talentos nas areias, num trabalho de renovação. E, a partir daí, analisar quais são os polos que precisam receber um incentivo maior para se desenvolverem e serem trabalhados de forma mais direcionada. Na temporada de estreia, os títulos ficaram com os estados do Paraná (masculino) e Sergipe (feminino), que repetiram a dose em 2014 e faturaram o bi.

Na primeira etapa, disputada em Maringá (PR), Allyson/Jefferson (CE) venceu Arthur Lanci/Adrielson (PR) na final e ficou com o ouro. Thales/Kevin (PB) completaram o pódio com o bronze. No feminino, Bitencourt/Monique (PR) superaram Hegê/Verena (CE) na decisão e levaram o título. Tainá/Ana Carolina (SE) levou a medalha de bronze.

Na segunda etapa, disputada no Rio de Janeiro, ouro para Arthur Lanci/Adrielson (PR), prata para Allyson/Jefferson (CE) e bronze para Vinícius/Sturaro (ES). No feminino, Duda/Tainá (SE) superou na decisão Hegê/Verena (CE), com bronze para Beatriz/Amanda (RJ).

Já em Uberlândia (MG), na terceira etapa, ouro novamente para Duda/Tainá (SE), prata para Anna Luisa/Carol (RS) e bronze para Amanda/Beatriz (RJ). No masculino, ouro para George/Pedro (PB), que venceram Allyson Lima e Jefferson (CE) na final. O bronze ficou com Arthur Lanci e Adrielson (PR).