icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/07/2013
09:20

A entrevista coletiva de Dunga após a vitória do seu Internacional diante do Vasco não ficou restrita ao campo e bola. Perguntado sobre a polêmica criada por uma declaração sua quando acusou o repórter Rodrigo Oliveira, da Rádio Gaúcha, de receber "presentes" para pedir a escalação de Dátolo, o técnico deixou o tom ácido usado na oportunidade para garantir que estava "brincando", algo que, segundo ele, não acontecerá novamente. Ele até abraçou um profissional da imprensa da Rádio Grenal.

- Faz parte do futebol. Tenho que agradecer a vocês da imprensa porque lutaram muito pela democracia no país, pela liberdade de expressão. Na vida você é sujeito a críticas. Você pode errar ou acertar, assim como eu e assim como você. Talvez você não goste muito de receber críticas, eu já sou mais acostumado e, de vez em quando, eu respondo. É coisa normal - disse o treinador.

Indagado por um dos repórteres presentes na coletiva sobre o fato de a sua declaração ter colocado em dúvida a honestidade de um profissional, Dunga garantiu que esse não era o seu objetivo.

- Eu não mexi com a honestidade. Eu fiz uma brincadeira. Vocês falam que eu sou muito sério. Você não ganha presente? Eu também ganho. Uns ganham vinho, outros ganham camisa - respondeu o técnico.

Dunga, então, foi perguntado se não gostaria de se desculpar:

- Desculpa pela brincadeira que eu fiz. Agora em diante eu não vou brincar nada. Depois não vão reclamar, que sou muito sério e duro - disse o treinador, que até abraçou um repórter da Rádio Grenal.

A atitude de Dunga na última sexta garantiu uma nota oficial da Aceg, a Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos, que lamentou a postura do treinador fora dos microfones.

AS OUTRAS POLÊMICAS DE DUNGA

Há duas semanas, o treinador levou um dossiê para sua coletiva, para questionar o repórter Fabrício Falkowski, do jornal Correio do Povo, e o repórter Jeremias Wernek, do site Uol. No início deste ano, já havia se irritado com um fotógrafo, que estava clicando os momentos de bola parada do treinamento. No histórico do técnico, há ainda o episódio com Alex Escobar, quando comandava a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, quando xingou o apresentador da TV Globo.

Relembre outra polêmica envolvendo Dunga


 

 

A entrevista coletiva de Dunga após a vitória do seu Internacional diante do Vasco não ficou restrita ao campo e bola. Perguntado sobre a polêmica criada por uma declaração sua quando acusou o repórter Rodrigo Oliveira, da Rádio Gaúcha, de receber "presentes" para pedir a escalação de Dátolo, o técnico deixou o tom ácido usado na oportunidade para garantir que estava "brincando", algo que, segundo ele, não acontecerá novamente. Ele até abraçou um profissional da imprensa da Rádio Grenal.

- Faz parte do futebol. Tenho que agradecer a vocês da imprensa porque lutaram muito pela democracia no país, pela liberdade de expressão. Na vida você é sujeito a críticas. Você pode errar ou acertar, assim como eu e assim como você. Talvez você não goste muito de receber críticas, eu já sou mais acostumado e, de vez em quando, eu respondo. É coisa normal - disse o treinador.

Indagado por um dos repórteres presentes na coletiva sobre o fato de a sua declaração ter colocado em dúvida a honestidade de um profissional, Dunga garantiu que esse não era o seu objetivo.

- Eu não mexi com a honestidade. Eu fiz uma brincadeira. Vocês falam que eu sou muito sério. Você não ganha presente? Eu também ganho. Uns ganham vinho, outros ganham camisa - respondeu o técnico.

Dunga, então, foi perguntado se não gostaria de se desculpar:

- Desculpa pela brincadeira que eu fiz. Agora em diante eu não vou brincar nada. Depois não vão reclamar, que sou muito sério e duro - disse o treinador, que até abraçou um repórter da Rádio Grenal.

A atitude de Dunga na última sexta garantiu uma nota oficial da Aceg, a Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos, que lamentou a postura do treinador fora dos microfones.

AS OUTRAS POLÊMICAS DE DUNGA

Há duas semanas, o treinador levou um dossiê para sua coletiva, para questionar o repórter Fabrício Falkowski, do jornal Correio do Povo, e o repórter Jeremias Wernek, do site Uol. No início deste ano, já havia se irritado com um fotógrafo, que estava clicando os momentos de bola parada do treinamento. No histórico do técnico, há ainda o episódio com Alex Escobar, quando comandava a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, quando xingou o apresentador da TV Globo.

Relembre outra polêmica envolvendo Dunga