icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
09:40

Quatro vitórias em quatro rodadas desde a retomada do Campeonato Brasileiro. Esse é o Internacional de Dunga, que assumiu a liderança da competição ao superar o São Paulo, na noite da última quarta-feira. E para o treinador, esse momento alcançado pelos seus comandados tem explicação: é fruto da dedicação apresentada pelos mesmos.

Em sua entrevista coletiva, o técnico colorado agradeceu pelo confiança da torcida e garantiu que não houve uma mudança significativa ao longo da temporada. O bom momento do Inter estaria diretamente ligado ao empenho dos jogadores.

- Quero agradecer a confiança do torcedor colorado. Desde as criancinhas até os mais idosos que têm nos acompanhando, acreditado no nosso trabalho. Campeonato Brasileiro nós temos de jogar cada jogo como se fosse uma decisão. Acredito que não mudou nada do início do ano para agora. É a mesma equipe, com as improvisações, dificuldades, jogadores se doando. É um trabalho de equipe. Os jogadores estão fazendo por merecer, fazem coisas que nos surpreendem em campo, pela dedicação, pela aplicação - destacou Dunga, antes de avaliar o "aprendizado" que Alex e Scocco, os últimos reforços contratados, estão tendo com o Inter.

- Campeonato é longo. Temos que manter essa postura e os jogadores que estão chegando vão agregar muito, eles estão vendo a forma com a qual esses jogadores estão jogando. Tem que ser assim para melhor.

Dunga também fez questão de garantir que o Inter não se deslumbrará com a liderança do Brasileirão, já que antes da paralisação do campeonato para a disputa da Copa das Confederações, o Colorado havia vencido apenas uma vez e vinha sendo criticado.

- Importante são os resultados que a gente está obtendo, com jogadores se doando ao máximo. É sempre bom você estar na frente. A cada dia as dificuldades vão aumentar e temos de estar preparados para isso. Quatro cinco rodadas atrás diziam que a gente não tinha qualidade. Agora, quatro cinco rodadas estamos disputando o título. Isso serve muito para fora. Dentro da minha equipe, nós temos que jogar cada jogo como se fosse o último. Cada um buscando se doar ao máximo, buscando seu lugar na equipe. Tudo que acontece é por merecimento.

Quatro vitórias em quatro rodadas desde a retomada do Campeonato Brasileiro. Esse é o Internacional de Dunga, que assumiu a liderança da competição ao superar o São Paulo, na noite da última quarta-feira. E para o treinador, esse momento alcançado pelos seus comandados tem explicação: é fruto da dedicação apresentada pelos mesmos.

Em sua entrevista coletiva, o técnico colorado agradeceu pelo confiança da torcida e garantiu que não houve uma mudança significativa ao longo da temporada. O bom momento do Inter estaria diretamente ligado ao empenho dos jogadores.

- Quero agradecer a confiança do torcedor colorado. Desde as criancinhas até os mais idosos que têm nos acompanhando, acreditado no nosso trabalho. Campeonato Brasileiro nós temos de jogar cada jogo como se fosse uma decisão. Acredito que não mudou nada do início do ano para agora. É a mesma equipe, com as improvisações, dificuldades, jogadores se doando. É um trabalho de equipe. Os jogadores estão fazendo por merecer, fazem coisas que nos surpreendem em campo, pela dedicação, pela aplicação - destacou Dunga, antes de avaliar o "aprendizado" que Alex e Scocco, os últimos reforços contratados, estão tendo com o Inter.

- Campeonato é longo. Temos que manter essa postura e os jogadores que estão chegando vão agregar muito, eles estão vendo a forma com a qual esses jogadores estão jogando. Tem que ser assim para melhor.

Dunga também fez questão de garantir que o Inter não se deslumbrará com a liderança do Brasileirão, já que antes da paralisação do campeonato para a disputa da Copa das Confederações, o Colorado havia vencido apenas uma vez e vinha sendo criticado.

- Importante são os resultados que a gente está obtendo, com jogadores se doando ao máximo. É sempre bom você estar na frente. A cada dia as dificuldades vão aumentar e temos de estar preparados para isso. Quatro cinco rodadas atrás diziam que a gente não tinha qualidade. Agora, quatro cinco rodadas estamos disputando o título. Isso serve muito para fora. Dentro da minha equipe, nós temos que jogar cada jogo como se fosse o último. Cada um buscando se doar ao máximo, buscando seu lugar na equipe. Tudo que acontece é por merecimento.