icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes
11/11/2014
14:16

Apesar do treino fechado por 40 minutos nesta terça-feira em Istambul, o técnico Dunga confirmou o time que enfrentará a Turquia, nesta quarta-feira, no estádio do Fenerbahçe. As únicas duas mudanças em relação a base titular nos últimos jogos serão as entradas de Diego Alves, no gol, e Luiz Adriano, no ataque, nas vagas de Jefferson e Diego Tardelli, que não foram convocados.

Apesar de Rafael Cabral ter sido convocado para todos os compromissos anteriores, será o titular do Valência (ESP), chamado pela primeira vez pelo treinador, que começará a partida.

- É uma decisão nossa. Temos 23 jogadores e todos eles podem jogar. Diego já participou várias vezes da Seleção, inclusive nas Olimpíadas. É o momento para colocar e testar. Ninguém vem garantido na Seleção. Temos de criar essa competitividade interna - justificou.

A opção por Luiz Adriano, por sua vez, é uma maneira que o comandante da Seleção terá para observar uma situaçâo de jogo diferente. Apesar de exigir mobilidade do atacante do Shakhtar Donetsk, Dunga sabe que o jogador atua mais preso dentro da área.

- Logicamente que mudaremos por ser uma característica diferente, mas vamos dar liberdade para ele se movimentar. Ele joga mais fixo na equipe dele porque tem muitos jogadores de mobilidade ao redor. Os jogadores da Seleção terão de se adaptar um pouco e ele também terá de se adaptar à Seleção. É uma maneira de testar o jogo com um atacante mais centralizado. Mesmo no futebol moderno, como ele joga na Champions, precisa se movimentar para não ser marcado facilmente - ponderou o técnico.

Com 100% de aproveitamento nos quatro jogos sob o comando de Dunga, o Brasil que enfrentará a Turquia nesta quarta-feira terá Diego Alves, Danilo, Miranda, David Luiz, Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho, Oscar, Willian, Neymar; Luiz Adriano.

O jogo será realizado no estádio do Fenerbhaçe às 20h30 local (16h30 de Brasília).