icons.title signature.placeholder LEONARDO PEREIRA
07/06/2014
06:02

Em evento realizado na sexta-feira, num shopping da Zona Oeste do Rio de Janeiro, Dunga colocou o Brasil à frente dos principais rivais na corrida pelo título da Copa do Mundo. Técnico da Seleção na edição de 2010, entre muitos fatores, ele aposta na preparação física como vetor fundamental para o hexacampeonato.

- O Brasil fez uma preparação física equilibrada e se planejou melhor do que os rivais. O México, por exemplo, jogou quatro vezes em 12 dias, além de fazer duas viagens, uma aos Estados Unidos e outra ao Brasil. A Seleção evitou o desgaste. Está no caminho certo. Além disso, joga em casa, tem qualidade e não deve deixar escapar uma chance como essa - respondeu ao LANCE!Net.

Dunga também enumerou as seleções que podem tirar o hexa do escrete verde-amarelo.

- Espanha, por se a atual campeã. Alemanha vem forte. Argentina, pela rivalidade. A Bélgica pode ser uma surpresa. A Suíça também dará trabalho. Eles têm um ótimo rendimento nos últimos oito anos.

Sobre a polêmica frase de Ronaldo, afirmando que sentia vergonha do Brasil em decorrência dos atrasos nas obras para a Copa, o capitão do Tetra fez uma correção nas palavras do ex-companheiro.

- Bah, se ele faz parte do COL (Comitê Organizador Local) e fala isso... Sem dúvida estamos atrasados e as coisas não caminharam conforme pensamos. Muito por nossa culpa. Mas temos que receber bem os estrangeiros. Eu nunca terei vergonha do meu país. Tenho muito orgulho.

Dunga participou, no Barra Shopping, do lançamento de relógios da marca Technos baseados nos capitães das conquistas mundiais do Brasil. A mostra permanecerá até o dia 17 de junho, e conta um pouco da trajetória do campeonato, desde 1958, quando o escrete canarinho ganhou o primeiro mundial, até os dias de hoje.