icons.title signature.placeholder LEONARDO PEREIRA
04/11/2014
07:14

Longe do bom futebol da temporada passada e capengando com resultados inesperados no Campeonato Inglês. O Liverpool não tem escolha. Precisará vencer o todo poderoso Real Madrid, às 17h45 (horário de Brasília), para amenizar os danos de 2014/15 e sonhar com dias melhores. Nesta terça-feira, os Reds vão ao Santiago Bernabéu para a batalha mais difícil do ano, em duelo válido pelo Grupo B da Liga dos Campeões.

Para aumentar a agonia dos ingleses, a festa já está armada para o atacante Cristiano Ronaldo superar Raúl e tornar-se o maior artilheiro da Champions. O craque português está a dois gols de conseguir a façanha. Além disso, os Merengues garantem classificação em caso de vitória.

Lucas Leiva, em entrevista exclusiva ao LANCE!Net, reconheceu o favoritismo do Real, a instabilidade do Liverpool e o momento de Cristiano Ronaldo. Mas ele não entrega os pontos antes do apito inicial. O jogador completa 250 partidas com a camisa dos Reds justamente no clássico contra os espanhóis.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Bale treina e enfrenta o Liverpool no Santiago Bernabéu

– Temos que confiar em nós mesmos. Vacilamos muito em casa. Agora teremos que nos superar. O Real Madrid tem um grande time e costuma ser muito forte no Bernabéu, mas precisamos brigar por um grande resultado porque nosso objetivo é chegar às oitavas de final da Champions – disse o volante brasileiro, dono da camisa 21.

Há um ano, o Liverpool despontava como a grande surpresa do futebol inglês, chegando a brigar pela liderança e se consolidando como candidato ao título. É verdade que o caneco não veio, mas a boa impressão acabou ficando.

Com a saída do artilheiro Suárez, porém, os Reds não conseguiram mais se encontrar. A equipe ocupa apenas a sétima colocação da Premier League e não dá sinais de reação.

– Foi uma perda enorme. Um jogador, num momento como o dele, faz diferença. Ainda estamos em processo de adaptação – completou Lucas Leiva sobre o uruguaio, hoje, astro do Barcelona.

SELEÇÃO BRASILEIRA

De volta à Seleção Brasileira em 2013, convocado por Luiz Felipe Scolari, Lucas viveu a expectativa de jogar uma Copa do Mundo, mas as lesões o impediram de concretizar o sonho.

- Sem duvida, sempre é uma decepção, não tem jeito. Mas eu respeitei a decisão e torci muito por meu pais e meus companheiros.

 
Lucas Leiva foi lembrado por Felipão, mas acabou fora da última Copa do Mundo (Crédito/AFP)  

Por outro lado, o volante dos Reds vislumbra um horizonte de oportunidades com Dunga.

- A Seleção está sempre no meu pensamento. É um sonho que eu não me canso de viver. Jogar uma Copa do Mundo seria o meu maior sonho. E se eu não acreditar, quem vai acreditar por mim? Apesar de atravessar esse momento, um período que tenho atuado menos do que esperava, estou em busca de alternativas para isso, porém, trabalhando duro para recuperar meu espaço e poder voltar a ter uma oportunidade com o Dunga.

FUTURO

Lucas Leiva pode estar de malas prontas para deixar Anfield Road na próxima janela de transferências do futebol europeu, aberta a partir de janeiro. Ao LANCE!Net, o jogador confirmou o interesse do Napoli, conforme foi noticiado pela imprensa inglesa, no mês passado.

– Houve o interesse, assim como de outros clubes, mas nada se concretizou. Já trabalhei com o Rafa Benítez (técnico do Napoli), que pediu novamente minha contratação. Meu objetivo, sem duvida alguma, é estar sempre jogando – colocou Lucas, atualmente, reserva do time inglês.

O volante brasileiro também contou que enxerga uma possível mudança com bons olhos:

   
 Rafa Benítez pode convencer Lucas Leiva a trocar o Liverpool pelo Napoli (Crédito: Divulgação)
 

– Tenho um carinho e um respeito muito grandes pelo Liverpool, pelas pessoas e companheiros do clube, mas, às vezes, uma mudança é bem-vinda. Vamos aguardar e analisar o que será bom para todos.

BALOTELLI:

Ele é um cara de personalidade forte. Por vezes, parece ser um cara desrespeitoso, descompromissado, mas não é. É uma pessoa do bem. Tenho esperança que vai nos ajudar nesta temporada ainda.

SAÍDA DE SUÁREZ

Foi uma peça importantíssima, nos ajudando demais em jogos difíceis e decisivos com seus gols e assistências e junto com a força do nosso grupo, tivemos um bom equilíbrio do início ao fim da temporada.

FASE DO LIVERPOOL

Nosso time passou por algumas mudanças. Fizemos uma boa pré-temporada, mas ainda estamos em processo de adaptação e isso pode estar pesando.