icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
20/12/2013
20:18

A classificação da Seleção Brasileira feminina de handebol para uma inédita final do Mundial da modalidade fez as jogadoras desabafarem. Depois da vitória por 27 a 21 sobre a Dinamarca, na Arena Belgrado, em Belgrado, na Sérvia, a atleta Duda Amorim, antes de comemorar a vaga na decisão contra as donas da casa, criticou a postura de algumas equipes adversárias.

- Ouvimos muita besteira dos outros times. A ficha não caiu ainda de que estamos na final e a vontade é de esfregar a medalha na cara. Mostramos um trabalho em equipe, nossa força. Sempre tínhamos na lista ganhar uma medalha, um resultado expressivo. É um sonho sendo realizado. Vamos para o ouro - afirmou Duda.

Dara ressaltou o apoio da torcida e que a Seleção está tentando agradecer da melhor forma possível.

- Não importa o que falem, dentro de quadra é que temos de mostrar. E a camisa que vestimos hoje tem um peso muito grande. E eu posso garantir que a camisa do Brasil é respeitada no mundo todo. Não somos mais hegemonia só na América. Se antes aprendiamos com os outros, hoje eles aprende com a gente.

Dani Piedade declarou que nunca pensou que a Seleção chegaria em um momento tão grandioso. Ressaltando a raça brasileira, a jogadora afirmou que o grupo vai com tudo para cima da Sérvia.

- Agora vamos para acabar com tudo. Esperamos tanto por esse momento que nem sei o que dizer. Vamos jogar a final do Mundial - comemorou Dani, frisando que o resultado não veio do nada e sim com muito trabalho, o que trouxe o apoio e patrocínios maravilhosos.