icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro
12/04/2014
09:00

Finalista do Paulistão contra o Ituano, o Santos conquistou seu último título estadual em 2012, ao derrotar outro time desacreditado na decisão, o Guarani. Dois jogadores que defendiam a zebra de Campinas na ocasião hoje estão no Peixe, e um será titular neste domingo, no Pacaembu: o zagueiro Neto, de 28 anos, e que vive sua primeira temporada como titular – o lateral Bruno Peres fica no banco.

Além do vice de 2012, Neto já estava no elenco do Alvinegro ano passado, apesar de não ser titular nas finais contra o Corinthians, quando o Santos foi derrotado. Vice duas vezes, o jogador começou 2014 como titular, e agora busca o seu primeiro título do Paulistão. O foco é tanto pela conquista inédita na carreira que Neto tem evitado até dar entrevistas nos últimos dias. Segundo seus representantes, ele só voltará a falar após o jogo contra o Ituano.

E a história que Neto tenta coroar com seu primeiro título poderia ter sido bem diferente no fim de 2013. Mesmo após a saída de Durval, o Santos pensava em liberar Neto, que não tinha status de titular e enfrentou diversos problemas físicos, sem se firmar. Edu Dracena e Gustavo Henrique formavam a zaga titular, e garotos como Jubal buscavam espaço. Experiente e bem fisicamente, o ex-jogador do Guarani poderia ficar insatisfeito por ficar só no banco.

Foi nesse momento, entre o fim de 2013 e o início da pré-temporada de 2014, em que Zinho, gerente de futebol do Peixe, bancou a permanência do defensor. A seguir, as lesões graves de Edu Dracena e Gustavo Henrique, que só voltam após a parada da Copa do Mundo, deixaram o espaço que Neto esperava para se firmar na equipe titular. E o espaço não foi desperdiçado no Paulistão, torneio que Neto aproveitou para conquistar a confiança de Oswaldo de Oliveira com 15 jogos e um gol.