icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
12:00

A última rodada da NBA está agendada para o dia 16 de abril. Restando exatamente duas semanas para o fim da temporada regular da Liga Americana de Basquete, as duas conferências (Leste e Oeste) seguem com boas disputas por uma das oito vagas para os playoffs.

Na Conferência Leste, três franquias medem forças para definir quem terminará a fase na oitava colocação, a última de classificação. Até aqui, oficialmente, cinco equipes estão classificadas no Leste: o líder Miami Heat, Indiana Pacers, Toronto Raptors, Chicago Bulls e Brooklyn Nets, na ordem de classifcação.

Entretanto, o sexto colocado Washington Wizards e o sétimo, o Charlotte Bobcats, devem confirmar em breve a vaga. O primeiro tem 38 vitórias e 36 derrotas (51,4% de aproveitamento) e o segundo exatamente o inverso, com 36 triunfos e 38 reveses (48,6%).

Atualmente, a oitava posição no Leste pertence ao Atlanta Hawks, que tem somente 32 vitórias e, 73 jogos (43,8%). Mas, a franquia da Geórgia ainda pode ser ultrapassada pelo tradicional New York Knicks, que tem 32 vitórias em 75 jogos (42,7%), ou Cleveland Cavaliers, com 30 triunfos nos mesmos 75 confrontos (40%). A temporada regular tem 82 jogos ao todo.

- Eu sei contra quem cada um dos nosso rivais joga. Nós temos que focar em nosso objetivo, mas eu estou de olho nos nossos concorrentes. Atualmente, a oitava posição é nossa e precisamos jogar para nos manter aqui - disse Kyle korver, armador do Hawks.

A Conferência Leste, porém, apresentou algumas decepções, a começar pelo tradicional Boston Celtics. O maior campeão da NBA (17 títulos) já está eliminado, com campanha de 23 vitórias e 51 derrotas.

O Philadelphia 76ers, que selecionou o promissor ala-pivô Nerlens Noel no Draft de 2013, também foi mal, obteve uma sequência de 26 derrotas seguidas recentemente e Noel nem jogou a temporada, por lesão.

Apenas três classificados no Oeste

Se na Conferência Leste poucas surpresas devem aparecer nesta reta final, o mesmo não se pode dizer do outro lado do país. No Oeste, apenas três equipes já garantiram a vaga na próxima fase: o San Antonio Spurs, dono da melhor campanha (58 vitórias e 16 derrotas), o Oklahoma City Thunder e o Los Angeles Clippers.

Outras duas franquias, o Houston Rockets (49 vitórias e 24 derrotas) e o Portland Trail Blazers (49 vitórias e 27 derrotas) devem confirmar em breve a classificação. A briga pelas outras três vagas segeu forte.

Sexto colocado, o Golden State Warriors, do ala Andre Iguodala e do armador Stephen Curry, possui campanha de 46 triunfos e 28 reveses (62,2%), seguido por Memphis Grizzlies (44-30 e 59,5%) e Phoenix Suns (44-30 e 59,5%).

Logo atrás, na nona posição, aparece o Dallas Mavericks, do veterano Dirk Nowitzki, com 44 vitórias e 31 derrotas (58,7%). O Minnesota Timberwolves (36-37 e 49,3%) ainda tem remotas chances, mas a briga deve mesmo ficar entre Memphis, Phoenix e Dallas.

A grande decepção do Oeste foi o tradicional Los Angeles Lakers. Dezesseis vezes campeã, a franquia tem 25 vitórias e 49 derrotas e não pode mais passar de fase.

Spurs, do pivô brasileiro Tiago Splitter, tem a melhor campanha da NBA (Foto: AFP)

A situação dos brasileiros na NBA

Cinco brasileiros estão atualmente na NBA. Destes, apenas um já está garantido nos playoffs: o pivô catarinense Tiago Splitter, titular do San Antonio Spurs, líder da Conferência Oeste. Na temporada passada, Splitter, de 29 anos, foi até a final com o time texano, onde perdeu para o Miami Heat.

Entretanto, outro atleta do Brasil está próximo de obter a vaga: o ala-pivô Nenê. O paulista de 31 anos não está atuando atualmente, em função de uma lesão no joelho esquerdo, mas a sua equipe, o Washington Wizards, está praticamente classificada.

Nenê segue se recuperando, mas para os playoffs o brasileiro de 2,11m deve estar apto. Ele foi um dos principais jogadores do time da capital até sofrer a lesão, em fevereiro.

Além destes dois, Leandrinho é quem está mais próximo de avançar. O ala-armador, que também está lesionado, com um problema na mão, pode disputar os playoffs pelo Phoenix Suns, que segue lutando no Oeste.

Anderson Varejão, do Cleveland Cavaliers e que machucou o ombro esta semana, tem poucas chances de ir aos playoffs. Por fim, o pivô Vitor Faverani, do Boston Celtics, já está eliminado. Ele jogou pouco nesta temporada em função de lesão nas costas.

Nenê e Anderson Varejão: o primeiro deve estar nos playoffs, enquanto o segundo tem poucas chances (Foto: AFP)